Lorenzo não descarta Honda na briga pela vitória no Catar

Atual campeão da principal categoria do Mundial de Motovelocidade não descarta equipe rival da briga pela vitória na etapa de abertura da temporada 2016

Apesar de a Honda ter enfrentado uma série de de dificuldades técnicas com a central eletrônica padrão durante a pré-temporada, Jorge Lorenzo não descarta o time de Saitama na briga pela vitóroa no GP do Catar, etapa de abertura da temporada 2016 da MotoGP.

Além da Honda, mais com Marc Márquez do que com Dani Pedrosa, Lorenzo crê que a Ducati também estará forte em Losail.

"Vejo a Ducati muito forte, muitas motos deles andando bem. Em um dos dias de testes, eles tinham quatro motos nas seis primeiras posições - um indício de que eles estão bem. Além disso, a Honda vai melhorar. Talvez já neste final de semana eles briguem pela vitória e a conquistem. Tenho certeza de que Márquez estará na briga. Dani parece ter um pouco de dificuldade no momento", disse o espanhol.

Lorenzo, que inicia a temporada como favorito após se mostrar muito forte na pré-temporada, insiste que a mudança para os pneus Michelin se mostrou favorável a ele.

"Com os Michelin eu consigo, sem forçar, ter uma vantagem maior em relação aos demais do que eu conseguia com os Bridgestone. No entanto, começaremos todos do zero, talvez vejamos mudanças a partir de amanhã. Mas nossa moto se adaptou bem, especialmente ao meu estilo de pilotagem", completou Lorenzo.

Reportagem adicional por Oriol Puigdemont

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP do Catar
Pista Losail International Circuit
Pilotos Jorge Lorenzo
Equipes Yamaha Factory Racing , Repsol Honda Team
Tipo de artigo Últimas notícias