Lorenzo: Não mudei de opinião sobre incidente com Márquez

compartilhar
comentários
Lorenzo: Não mudei de opinião sobre incidente com Márquez
Por: Mark Bremer , Writer
4 de out de 2018 11:58

Espanhol diz que ainda acredita que compatriota seja culpado por acidente que o contundiu na primeira curva do GP passado

Jorge Lorenzo disse que continua a crer que Marc Márquez foi o culpado por seu acidente em Aragón, apesar de ter elogiado seu rival por ter entrado em contato após o ocorrido.

O piloto da Ducati, que deslocou o dedão do pé e fraturou o segundo metatarso do pé direito no acidente, criticou Márquez logo após a corrida.

Questionado sobre o incidente uma semana e meia depois, antes da corrida deste fim de semana na Tailândia, Lorenzo disse: “com certeza o que quer que eu diga agora criará uma polêmica. E acredito que temos que falar sobre a Tailândia agora, não sobre o que aconteceu há duas semanas. Mas você me fez a pergunta e eu não posso ser indelicado”.

“O que eu achei depois da corrida, talvez com a cabeça quente, eu penso exatamente o mesmo com a cabeça fria. Acho que meu incidente, meu acidente, foi evitável, e eu só não terminei a corrida e não estou 100% em forma por causa da ação de Marc, que na minha opinião foi irresponsável e imprudente.”

“Acho que ele sabe disso, e obviamente não queria que eu caísse, mas acho que ele freou tarde demais, muito tarde. E em má posição, porque ele estava completamente por dentro.”

“Era incompatível fazer a curva da maneira como ele entrou. E isso criou meu acidente.”

No entanto, Lorenzo, que será companheiro de equipe de Márquez na Repsol Honda em 2019 e 2020, deu crédito ao atual campeão por entrar em contato com ele depois de Aragón.

“Ele me ligou na segunda-feira à tarde. Ele me perguntou minha condição física, e isso eu aprecio, porque provavelmente nem todos os pilotos iriam fazer isso. Então isso é bom. A única coisa que espero é que, se for possível, no futuro, menos pilotos possam sofrer com esse tipo de ação como estou sofrendo agora neste momento.”

Ao lado de Pol Espargaró, da KTM, que fraturou a clavícula em Aragón, Lorenzo foi considerado apto para correr em Buriram. No entanto, ele ainda não sabe se poderá participar da corrida inaugural da MotoGP na Tailândia.

“Espero que eu consiga correr amanhã, tenha força suficiente e o mínimo de problemas para poder correr. A sensação não é muito boa quando estou andando. Com certeza quando colocar meus pés na moto eu terei dor, mas só amanhã vou saber exatamente a sensação.”

“O resto do corpo está perfeito, já estava perfeito no domingo depois de Aragón. O único problema é que esses dois dedos, especialmente o dedão, estava completamente fora do lugar. O pequeno está quebrado.”

“O pequeno vai se curar em três meses, mas felizmente não está fora do lugar. Se eu não bater de novo, não há risco de piorar, mas o que dói mais é o maior.”

Reportagem adicional por Oriol Puigdemont

Jorge Lorenzo, Ducati Team

Jorge Lorenzo, Ducati Team

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próxima MotoGP matéria
Lorenzo: Ressurgimento da Yamaha será inevitável na MotoGP

Previous article

Lorenzo: Ressurgimento da Yamaha será inevitável na MotoGP

Next article

Tranquilo, Rossi diz que Yamaha não pode “piorar mais”

Tranquilo, Rossi diz que Yamaha não pode “piorar mais”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Jorge Lorenzo Shop Now , Marc Marquez Shop Now
Equipes Ducati Team Shop Now
Autor Mark Bremer
Tipo de matéria Últimas notícias