"Lorenzo não tem colhões de ir para Ducati", diz Rossi

compartilhar
comentários
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
19 de mar de 2016 22:41

Italiano não acredita em mudança de ares do tricampeão da MotoGP ao final do ano

Andrea Iannone, Ducati Team
Valentino Rossi, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha
Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha
Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha
Valentino Rossi, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha
Valentino Rossi, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha
Polesitter Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha

O futuro de Jorge Lorenzo permanece sob intensa especulação, com o espanhol estando com oferta da Yamaha para renovar seu acordo, que termina no fim do ano.

Valentino Rossi, que passou por dois difíceis anos na Ducati, em 2011 e 2012, antes de retornar para a Yamaha, acredita que ele deve permanecer na equipe, ao invés de arriscar um futuro incerto.

"Para assinar com a Ducati você precisa ter colhões", disse Rossi. "Então acho que ele fica na Yamaha."

Quando perguntado sobre os motivos que o levaram a assinar a renovação com o time antes do início da temporada, Rossi falou: "eu estava pensando em aguardar algumas corridas, mas a Yamaha decidiu me fazer uma oferta."

"Eles estavam felizes, eu estava feliz, então pensei: 'por que não?'"

Lorenzo afirmou que o cenário difere do de Rossi, já que ele tem mais opções do que tinha seu companheiro de equipe.

"Estou em uma situação diferente da de Valentino", disse o espanhol. "Sou o campeão e com o meu passado sem problemas com outras equipes, tenho mais opções e posso esperar.

"Tenho uma proposta da Yamaha em cima da mesa, que era o que eu queria. É muito bom, melhor do que o contrato atual. É um grande negócio, mas eu decidi esperar."

Na bronca

Rossi pode ter parecido amigável com seu companheiro de equipe nas declarações acima, mas o italiano ficou na bronca com Lorenzo e a direção de prova, que não puniu o espanhol por atrapalhá-lo em uma volta rápida durante o quarto treino livre antes da classificação.

Rossi entendeu que o lance é semelhante ao que aconteceu com Rossi em Misano, no ano passado em que o italiano foi punido.

"Ele saiu dos pits sem olhar para a pista e quando foi contornar a Curva 1 estava na minha linha", disse Rossi.

"Aconteceu o mesmo erro em Misano e eu acabei com um ponto negativo. Eles não deram esse ponto a ele e eu não entendi."

Relatos adicionais por Oriol Puigdemont

Próxima MotoGP matéria
"Achei que tivesse conseguido a pole", lamenta Marquez

Previous article

"Achei que tivesse conseguido a pole", lamenta Marquez

Next article

Lorenzo confirma favoritismo e vence na abertura da MotoGP

Lorenzo confirma favoritismo e vence na abertura da MotoGP
Load comments