Lorenzo quer maior participação de Stoner na Ducati

Espanhol admitiu estar interessado na ajuda de australiano para próxima temporada, tendo trabalhado ao lado dele durante primeira experiência na Ducati na semana passada

Jorge Lorenzo trocou opiniões com Casey Stoner durante os testes em Valência, buscando conselhos do único homem que conseguiu conquistar o título da MotoGP com a Ducati.

O espanhol admitiu na sexta-feira em Madri, durante evento de um de seus patrocinadores que havia um bom entendimento entre eles, algo que abre a porta para sua colaboração durante a temporada.

"A relação com Casey é muito boa", disse Lorenzo, que pretende usar Stoner no mesmo papel que o analista Wilco Zeelenberg teve na Yamaha.

"Ele é um cara muito inteligente, muito atento e que dá bons conselhos e, apesar de não estar competindo há vários anos, ele chega em um circuito e é capaz de ir mais rápido do que outros pilotos."

"Seria interessante ter a presença dele na garagem, mas ainda não falamos sobre isso."

"Um dos problemas é que ele está muito feliz na Austrália e, para me ajudar, ele teria que se mudar para a Itália. Veremos se ele entra em acordo com a Ducati."

Desde que Lorenzo decidiu se mudar para a equipe de Borgo Panigale, ele avaliou dois possíveis conselheiros: Stoner e Max Biaggi.

No entanto, o italiano se comprometeu com a Mahindra e vai estar em uma equipe da Moto3 no campeonato italiano, e é provável que tenha descartado trabalhar estreitamente com Lorenzo.

Há alguns dias, Gigi Dall'Igna, chefe técnico da Ducati, admitiu que a intenção da equipe era aumentar o envolvimento de Stoner, e parece que as coisas estão indo nesta direção.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Jorge Lorenzo , Casey Stoner
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias