Lorenzo: Rossi copia "marchas que colocamos nas curvas"

Espanhol diz que troca de dados obrigatória da Yamaha faz com que italiano se beneficie de configurações acertadas para a sua moto

O espanhol Jorge Lorenzo, que ficou em segundo na classificação para o Grande Prêmio das Américas, em Austin, indicou que Valentino Rossi se beneficiou neste sábado da troca de dados que existe entre os pilotos da Yamaha.

Com uma volta de 2m03s257, o campeão da MotoGP terminou a apenas 0s069 de Márquez, autor da pole position para a terceira etapa da temporada no Circuito das Américas, em Austin, Texas.

Quando questionado se está forte o suficiente para lutar pela vitória neste domingo, e se nessa situação brigaria apenas com Marc Márquez ou também com Valentino Rossi, Lorenzo disse que a troca de dados pode colocar seu companheiro na briga.

"Valentino estava em dificuldades pela manhã para baixar dos 2min04s. Mas a troca de dados teve um grande efeito desta vez, como aconteceu no ano passado em muitas corridas. Mas bem, isso é algo que existe e não pode ser alterado no momento, e será assim até o final da temporada".

Diante da possibilidade de mudar de equipe no próximo ano, há especulações de que tentará mudar o sistema de dados livres nos boxes, caso permaneça. "Eu não sei o que vai acontecer no futuro, mas agora a situação é assim. E não é apenas uma questão de configurações, mas também das marchas que colocamos nas curvas", assegura o espanhol.

Um padrão, o fluxo livre de informações na Yamaha é algo que Lorenzo acha difícil de mudar. "Não, isso nunca aconteceria. Yamaha não deixará de compartilhar informações entre seus pilotos. "

Decisão dos pneus será "vital"

O piloto da Yamaha acredita que "a decisão de cada piloto na escolha de pneus será vital" para o desenvolvimento do GP das Américas

Quando questionado se ele sente que o pneu traseiro macio é uma opção válida para domingo, Lorenzo disse que isso ainda precisa ser definido no aquecimento.

"Pensávamos que não, mas agora o circuito mudou, está menos sujo e talvez esse pneu se desgaste um pouco menos, mas vai ser difícil manter toda a corrida. Eu não sei".

"Vamos ver se no aquecimento se testamos novamente ou se preferimos o caminho do duro", disse o espanhol, que se recusou a revelar sua escolha para os pneus dianteiros.

"Márquez faz a diferença na Honda"

Márquez, vencedor na Argentina há menos de uma semana, está dominando tudo até agora no fim de semana de Austin, mas se mostrou como a única Honda que pode lutar pelos primeiros lugares.

Lorenzo está convencido de que Márquez está conseguindo mais rendimento da moto do que a Honda poderia oferecer.

"É claro que Marc está fazendo a diferença este ano porque nos outros tinham mais Hondas perto da ponta. Mas agora há menos e isso significa que não é fácil fazer a diferença que Marc está fazendo com a moto".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP das Américas
Pista Circuit of the Americas
Pilotos Jorge Lorenzo
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias