Lorenzo tem “grande oferta” da Ducati, diz Agostini

compartilhar
comentários
Lorenzo tem “grande oferta” da Ducati, diz Agostini
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
29 de mar de 2016 12:31

Multicampeão italiano diz que espera espanhol na Ducati para tentar fazer a diferença fora da Yamaha

Race winner Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Andrea Dovizioso, Ducati Team, Ducati and Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha
Race winner Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha in parc ferme
Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha; Andrea Dovizioso, Ducati Team, Ducati and Marc Marquez, Repsol Honda Team, Honda
Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP, Yamaha

Com a demora de Jorge Lorenzo para assinar com a Yamaha, muitos são os boatos de que o atual campeão tem uma oferta da Ducati para ser piloto do time a partir de 2017, embora ele diga que tem apenas o contrato da Yamaha em sua mesa.

Valentino Rossi já assinou um novo contrato de dois anos com a montadora japonesa, mas o futuro de Lorenzo ainda é incerto enquanto ele analisa suas opções.

"Espero sinais de Lorenzo com a Ducati", disse Agostini ao site quotidiano.net. "Digo isso como italiano.”

"Eu sei para que a Audi (dona da Ducati) lhe fez uma grande oferta."

O 15 vezes campeão do mundo acredita que Lorenzo teria de ser convencido de que pode fazer a diferença na Ducati se deixar a Yamaha, que atualmente é tida como a melhor moto do campeonato.”

"Eu sei como iria raciocinar", acrescentou o italiano.

"Será que o dinheiro que eles estão oferecendo compensa sobre o melhor equipamento que a Yamaha tem?”

"Nesse caso, se Jorge acha que pode fazer a diferença vestido de vermelho, então ele vai fazer bem em aceitar o desafio. Mas eu não acho que ele está totalmente convencido."

Próxima MotoGP matéria
Conselhos da Magneti Marelli ajudam Honda a 'domar' motor

Previous article

Conselhos da Magneti Marelli ajudam Honda a 'domar' motor

Next article

Rossi acha difícil repetir atuação épica na Argentina

Rossi acha difícil repetir atuação épica na Argentina
Load comments