Lorenzo: Vou aprender muitas coisas de Márquez, mas ele também aprenderá comigo

compartilhar
comentários
Lorenzo: Vou aprender muitas coisas de Márquez, mas ele também aprenderá comigo
Por:
10 de dez de 2018 20:00

Em sua primeira entrevista após entrar na Honda, Jorge Lorenzo lembra que foi o único piloto capaz de conquistar um título contra Marc Márquez

Marc Márquez e Jorge Lorenzo fizeram suas estreias no modelo RC213V da Honda nos testes que aconteceram em Valência, apenas dois dias após a última o término da temporada da MotoGP.

Menos de uma semana depois, nos últimos dois dias de testes deste ano, em Jerez, Jorge Lorenzo ficou a apenas um décimo do mais rápido (Nakagami), o mesmo tempo que o separava de Marc Márquez, seu novo companheiro de equipe.

Lorenzo não falou na pista valenciana ou na da Andaluzia, como precaução contra a possibilidade de lidar com questões que poderiam gerar uma penalidade da Ducati, com quem tem contrato até 31 de dezembro.

O canal BT Sport o convidou para seu programa de encerramento da temporada, em que Lorenzo ofereceu suas primeiras impressões em público sobre seu novo status como piloto da Honda.

Nesse sentido, Lorenzo mostrou grande respeito por Márquez, que ganhou cinco dos últimos seis da categoria rainha.

"Eu tenho muitas coisas para aprender com Marc, porque este será seu sétimo ano no time, então ele tem muito mais experiência do que eu. Mas tenho certeza de que ele também aprenderá coisas de mim, embora possam ser menos. Somos dois campeões e dois pilotos muito rápidos", disse Lorenzo.

"Eu sou o único piloto que conseguiu ganhar um título com Márquez (competindo). Naquele ano (2015) Valentino Rossi também poderia ter conseguido isso. Acho que fui o mais rápido e, por sorte, pude ser campeão com alguns pontos de vantagem. Mas isso não significa que não possa acontecer novamente. Vou dar o meu melhor para fazer de novo e conquistar meu sexto mundial, embora, obviamente, não seja fácil", disse Lorenzo.

Sobre o protótipo da Honda, o tricampeão mundial de MotoGP não deu muitas explicações, mas, sim, disse algo deve mudar o seu estilo de condução mais uma vez.

"Com certeza vou ter que mudar de direção, mesmo que seja só um pouquinho, porque cada moto pede coisas diferentes. Mas a base de cada piloto permanece, isso não muda. Marc não muda e Valentino também não. Eu vou guiar suavemente com qualquer moto que eles me derem. Foi assim com a Yamaha, também com a Ducati e vou continuar com a próxima moto" afirmou Lorenzo, que será apresentado oficialmente no dia 23 de janeiro, em Madri, dias antes de viajar para a Malásia, onde acontecem os primeiros testes de 2019 no início de fevereiro.

Next article
Rossi: Bagnaia tem talento natural, mas Morbidelli é mais agressivo

Previous article

Rossi: Bagnaia tem talento natural, mas Morbidelli é mais agressivo

Next article

Argentina confirma permanência na MotoGP até 2021

Argentina confirma permanência na MotoGP até 2021
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Jorge Lorenzo Shop Now , Marc Marquez Shop Now
Autor Oriol Puigdemont