Márquez admite perda de confiança após queda

Espanhol caiu durante decisão da pole position na Malásia e não conseguiu voltar à pista com o mesmo ritmo dos pilotos das duas primeiras filas

Marc Márquez pode ser campeão neste domingo em Sepang. Ele tem 33 pontos de vantagem para Andrea Dovizioso, mas se quiser alcançar o tetracampeonato, terá que fazer melhor do que a sétima posição de largada que conseguiu neste sábado em Sepang.

"Não é o circuito que somos mais fortes", explicou Márquez. "Nós não estamos como na Austrália. Nesse momento, não estou com ritmo para ganhar a corrida, mas também não para ser sétimo", argumentou.

Márquez pregou vários sustos durante o dia e protagonizou uma "salvada" espetacular quando a moto já estava no chão.

"Nesta manhã, nos perdemos um pouco. Não é um dos circuitos mais favoráveis para a nossa moto e aqui é importante marcar pontos. Pode ser o calor, pode ser que você tenha que ser muito bom e que nossa moto não é a mais rápida nas retas", alertou.

Apesar de um cenário que, a princípio, não favorece a Honda, o espanhol não perde o sorriso.

"Eu sorrio porque meu ritmo não está ruim. Se superarmos Dani e Dovizioso, acho que estaremos lá."

Na briga pelo título, Márquez só quer se concentrar na corrida de domingo.

"Parece ser um fim de semana em que vou ter que me defender. Nesses casos, o que faço é aceitar a situação, me concentrar na minha condução e tentar otimizar."

O espanhol comentou o Q2: "Tudo deu errado e é por isso que largarei em sétimo. No TL4, fiquei feliz, mas a queda quebrou todos os planos, porque perdi um pouco de confiança."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da Malásia
Sub-evento Sábado
Pista Sepang International Circuit
Pilotos Marc Marquez
Tipo de artigo Últimas notícias