Marquez culpa moto imprevisível por treino lento

Problemas na eletrônica foram a grande pedra no sapato do espanhol, que comparou desempenho de seu equipamento hoje com os testes de pré-temporada ocorridos no mesmo circuito há algumas semanas

Marc Marquez fez apenas a oitava melhor marca na primeira sessão de treinos livres no Catar. A diferença para o atual campeão, Jorge Lorenzo, ficou em mais de 0s8.

"Não tivemos o melhor começo da temporada", disse Marquez, "tivemos um pequeno problema - nós mudamos alguns parâmetros sobre o sistema eletrônico e esperávamos um efeito muito pequeno, mas acabou sendo muito grande. A sensação foi muito diferente."

"Por essa razão, não poderia encontrar o caminho para um bom tempo de volta. Fiz duas voltas, parei, mais uma volta, parei, mais uma volta ... Me senti estranho na moto e vamos tentar corrigir isso amanhã."

Quando pressionado, se o problema era a o sistema de freio, Marquez respondeu: "não podemos dizer que foi só isso, porque o motor não era constante."

"Você dá uma volta e o freio estava bom e, em seguida, a aceleração foi boa, em seguida, volta seguinte estava muito ruim."

"A moto não estava constante e então você não pode prever o que vai acontecer."

"Chegamos aqui em uma boa base, mas ainda não é 100% com o lado eletrônico. Temos que trabalhar, mas acredito que no domingo teremos um bom pacote."

Relatos adicionais por Oriol Puigdemont

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP do Catar
Pista Losail International Circuit
Pilotos Marc Marquez
Equipes Repsol Honda Team
Tipo de artigo Últimas notícias