Márquez diz que Honda não dará ordens de equipe em Valência

Favorito ao título da MotoGP insiste que time não usará ordens de equipe na final da temporada em Valência para ajudá-lo em sua tentativa de vencer Andrea Dovizioso

Marc Márquez teve sua primeira oportunidade de conquistar o tetracampeonato da MotoGP no último fim de semana em Sepang, mas só conseguiu chegar na quarta colocação, além de ver Andrea Dovizioso vencer a prova disputada com a pista molhada.

Os dois agora estão separados por 21 pontos, com apenas 25 em disputa em Valência, o que significa que Dovizioso precisa ganhar a corrida e esperar que Márquez não termine entre os 11 primeiros.

A Ducati utilizou ordens de equipe em Sepang, em uma tentativa de colocar Dovizioso à frente de seu companheiro de equipe, Jorge Lorenzo, que esteve à frente do italiano até cometer um erro com quatro voltas para o final.

Márquez, no entanto, é inflexível de que a Honda não fará com que seu companheiro, Dani Pedrosa, faça nada além dar o máximo em Valência.

"Em Valência, não haverá ordens de equipe dentro da Honda", disse Marquez. "A melhor ordem de equipe seria Dani ganhando lá."

"Ele tem que dar o seu 100%. É um dos melhores circuitos para ele e pode ganhar."

"Vou tentar dar o meu melhor em todos os treinos e então vamos ver onde estamos e o que podemos fazer. Não vou começar a corrida para terminar apenas em 11º."

Márquez admite que, na posição de Lorenzo, ele teria feito o mesmo.

"Eu teria feito o mesmo", disse ele. "Você poderia lutar por uma vitória, mas seu companheiro de equipe e seu fabricante estão lutando pelo título."

"Essas são coisas difíceis de aceitar, mas fazem parte do nosso trabalho."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de Valência
Pista Valencia
Pilotos Marc Marquez
Equipes Repsol Honda Team
Tipo de artigo Últimas notícias