Márquez: Dovizioso será “um grande rival” em Jerez

Márquez chega a Jerez depois de conquistar a primeira vitória da temporada há duas semanas em Austin e um ponto atrás do líder Dovizioso

Como a maioria dos pilotos, Marc Márquez concorda que o verdadeiro Campeonato Mundial começa em Jerez, palco do GP da Espanha que acontece neste final de semana. O atual campeão chega à pista depois de um conturbado começo de temporada.

Em Jerez, as águas estão mais calmas após o incidente com Valentino Rossi na Argentina e pouco a pouco a normalidade é restaurada, com a competição ficando em primeiro plano. Márquez já disse após a corrida de Austin que queria falar na pista e o fez com uma vitória autoritária que o coloca em segundo lugar no campeonato, um ponto atrás de Andrea Dovizioso.

O catalão provou ser o mais forte tanto nos testes de pré-temporada como nas três primeiras etapas, mas os circuitos que vêm a partir de agora têm pouco ou nada a ver com aqueles já visitados, então eles deverão afinar o ajuste da RC213V.

"Chegamos à Espanha depois de um ótimo final de semana e um ótimo resultado no Texas, mas agora começa uma nova fase na Europa, onde vamos ver o nível de cada equipe e piloto", diz Márquez. "Aqui, os circuitos são geralmente diferentes e mais 'tradicionais', a partir de Jerez, que é uma pista mais estreita, lenta e difícil. Não tivemos uma boa configuração e agora também será importante encontrar uma boa base para circuitos como este".

Há pouco mais de um mês os pilotos da Honda foram para a pista andaluza fazer um dia de testes. Embora não tenha conseguido muitas informações, Márquez assegura que foi positivo e espera aproveitar o trabalho realizado.

"Tivemos um bom teste aqui no final de março e vamos para a pista com uma mentalidade positiva. Correndo diante do público local e do meu fã clube vai aumentar a sensação boa e a atmosfera. Vamos continuar trabalhando duro e com foco na consistência, que é um ponto chave para lutar pelo título, acho que Dovizioso será um grande rival, como foi no ano passado", acrescenta.

Márquez insiste na boa sintonia que tem com a moto de 2018, algo que espera confirmar neste fim de semana em uma pista com características diferentes.

"Este ano me sinto muito bem com a moto. No Catar, Argentina e Austin sempre tive confiança, e isso é a coisa mais importante. Estamos a um ponto do líder do campeonato, por isso temos de continuar neste caminho", conclui.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da Espanha
Pista Circuito de Jerez
Pilotos Marc Marquez
Equipes Repsol Honda Team
Tipo de artigo Últimas notícias