Marquez: Honda precisa "avançar muito" para alcançar Lorenzo

compartilhar
comentários
Marquez: Honda precisa
Pablo Elizalde
Por: Pablo Elizalde
1 de fev de 2016 13:24

Marc Marquez admite que Honda precisa melhorar significativamente para alcançar ritmo imposto pelo atual campeão da MotoGP em primeiro dia de testes de pré-temporada

Marc Marquez, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Podium: Second place Marc Marquez, Repsol Honda Team
Second place Marc Marquez, Repsol Honda Team

O primeiro dia de testes de pré-temporada da MotoGP mostrou um Jorge Lorenzo dominante, liderando a tabela de tempos com pouco mais um segundo de vantagem sobre o companheiro de equipe, Valentino Rossi

Marc Marquez, tido como o principal adversário da dupla da Yamaha, terminou em sétimo, a 1s5 do tempo do atual campeão, e disse que a Honda ainda tem muito trabalho pela frente para conseguir andar no mesmo ritmo de Lorenzo.

Segundo Marquez, a Honda ainda não conseguiu encontrar o melhor ajuste para a central eletrônica padrão, obrigatória para todas as equipes nesta temporada.

"Talvez Jorge esteja mais à frente do que imaginávamos. Estamos um pouco mais perto de Valentino, mas precisamos de tempo para ajustar a eletrônica e encontrar o equilíbrio com os pneus", disse o bicampeão.

"Com os pneus, basicamente, não tive grandes problemas, mas a característica de nosso motor e da central eletrônica não me deixaram confortável na moto, por isso nosso dia foi desse jeito. Estamos trabalhando e dando duro, mas a sensação é de que precisamos avançar muito. Seguimos buscando melhorias na aceleração, que é onde estamos perdendo muito", afirmou.

Marquez admtiu, no entanto, que ainda não se adaptou totalmente aos pneus Michelin, que têm forçado o bicampeão a modificar o estilo de pilotagem, especialmente nas freadas.

"Talvez não seja a melhor pista para meu estilo de pilotagem, mas com os Bridgestone eu era capaz de frear bem tarde e ganhar tempo. Com os Michelin preciso pilotar de outro modo e hoje freava tarde, mas não como com os Bridgestone", disse.

"Busquei ser mais conservador, ainda estou aprendendo a pilotar com os Michelin. Parece que será necessário modificar o balanço da moto - no momento, estou utilizando os ajustes da última corrida aqui na Malásia", completou.

Próxima MotoGP matéria
Atual campeão, Lorenzo coloca 1s em Rossi e lidera 1º teste

Previous article

Atual campeão, Lorenzo coloca 1s em Rossi e lidera 1º teste

Next article

Iannone lembra de gaivota atropelada em capacete

Iannone lembra de gaivota atropelada em capacete
Load comments