Márquez: Honda queria piloto que conhecesse outras motos

compartilhar
comentários
Márquez: Honda queria piloto que conhecesse outras motos
Germán Garcia Casanova
Por: Germán Garcia Casanova
14 de jun de 2018 20:47

Espanhol terá Jorge Lorenzo como companheiro de equipe na próxima temporada, o que muitos preveem um explosivo relacionamento

Danilo Petrucci, Pramac Racing, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing, Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team,Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Andrea Dovizioso, Ducati Team, Marc Marquez, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team, Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team

Quando a assinatura de Jorge Lorenzo pela Honda foi anunciada na semana passada para substituir Dani Pedrosa na próxima temporada, muitos começaram a prever um cenário de combates, lutas e desavenças entre dois dos melhores pilotos espanhóis da história, agora reunidos.

O fato de a Honda ter assinado Lorenzo poderia ser entendido como uma mensagem que quer elevar o nível de competição dentro da garagem.

"Eu não vejo desta maneira, eles querem um piloto rápido que tenha alcançado vitórias com a Yamaha e Ducati, mas acima de tudo que tenha guiado outras motos, e que pode contribuir com algo para a marca como equipe. Mas este é o meu ponto de vista, eu não sei como será depois. Sempre defendi que queria uma equipe com forte companheiro.”

Com a chegada de Lorenzo, Pedrosa vai deixar a equipe no final da temporada, mas até agora o seu futuro não é conhecido.

"Antes da coletiva de imprensa, eu já havia dito a Dani se ele iria 'marcar o Griezman' [o jogador de futebol francês que não revelou por meses com quem jogará no próximo ano]", disse Marc rindo.

"É difícil estar na cabeça de alguém, mas como foi visto, sou guiado por sensações. Eu vejo a mesma coisa que você, acho que ele tem o desejo e motivação para continuar na MotoGP, mas sua decisão será respeitada porque ele tem sido um grande companheiro de equipe e um grande rival."

"É lógico, se eu fosse para outro box primeiro, tentaria me guiar ou copiar aquele que guiasse bem. Jorge vem da Ducati e terá que se adaptar à Honda e vai ter que olhar para a minha telemetria e de outros pilotos da marca. Estou ciente de que ele será um parceiro duro como o que tive até agora.”

Sobre o tempo de adaptação que Lorenzo vai precisar na Honda, se será mais ou menos do que com a Ducati, com a qual ele levou 24 corridas para vencer, Marc foi explícito.

"A Honda espera que leve menos, eu não me importo", disse Márquez.

Next article
Lorenzo projeta formar “equipe muito potente” com Márquez

Previous article

Lorenzo projeta formar “equipe muito potente” com Márquez

Next article

Confira os horários da MotoGP na Catalunha

Confira os horários da MotoGP na Catalunha
Load comments