Márquez: Incidente “assustador” com Zarco foi “de corrida”

compartilhar
comentários
Márquez: Incidente “assustador” com Zarco foi “de corrida”
28 de out de 2018 13:38

Piloto entende toque do francês em sua roda traseira e exalta sorte de ambos: “eu e ele estamos bem, isso é a coisa mais importante”

Uma semana depois de conquistar seu título mundial, Marc Márquez foi parte de um incidente bastante impressionante nas primeiras voltas do GP da Austrália deste domingo (28). O espanhol foi atingido por Johann Zarco na entrada da rapidíssima curva 1 de Phillip Island e teve seu assento avariado, sendo obrigado a abandonar a corrida.

O francês se deu pior. O piloto foi ejetado da moto a 280 km/h após subir na roda de Márquez e acabou indo parar na área de escape. Mesmo com a queda espetacular, o piloto saiu andando e não sofreu nenhuma contusão.

"Quando estava na moto, não entendi o que aconteceu e, falando honestamente, fiquei com raiva, porque senti algum contato na traseira", disse Márquez.

"Eu não consegui continuar porque meu assento estava completamente quebrado e estava se movendo muito. Era impossível andar, e se ele se quebrasse completamente se tornaria muito perigoso.”

"Então, quando cheguei no box e vi as imagens, o vídeo, eu entendi o que aconteceu e foi completamente um incidente de corrida, porque naquele ponto da pista nós chegamos muito rápido.”

"Miller estava na frente e eu pegava o vácuo dele a mais de 300 km/h. Eu freei, freei até um pouquinho atrasado, e tentei parar mais, mas depois senti o contato, porque Zarco tinha o vácuo de duas motos.”

"Claro, você pode dizer que ele poderia ter considerado isso, mas é um incidente de corrida, eu já falei com ele. Eu me sinto com muita sorte hoje, porque eu e ele estamos bem, isso é a coisa mais importante."

A outra boa notícia para Márquez é que o incidente ocorreu uma corrida depois da que fechou o título de 2018.

"Hoje eu tive o ritmo para vencer, fiquei concentrado. Com mais temperatura normalmente nossa moto está funcionando melhor, então eu senti que poderíamos lutar pela vitória", disse ele.

"Eu liderei por duas ou três voltas, e então eu disse: 'agora é hora de voltar ao grupo', e alarguei a curva 4 de propósito apenas para estar atrás, porque eu não queria liderar o grupo. Depois tive o acidente.”

"Mas tudo bem, azar aqui novamente. Mas se no ano que vem eu puder ganhar o título novamente no Japão e cair de novo aqui, eu assinaria. Sem problema nenhum."

Next article
LCR anuncia Bradl para lugar de Crutchlow na Malásia

Previous article

LCR anuncia Bradl para lugar de Crutchlow na Malásia

Next article

Zarco: “Passei muito medo pois estávamos a 300 km/h”

Zarco: “Passei muito medo pois estávamos a 300 km/h”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Austrália
Tipo de matéria Últimas notícias