Márquez: Não negociei com ninguém além da Honda

compartilhar
comentários
Márquez: Não negociei com ninguém além da Honda
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
2 de mar de 2018 15:27

Espanhol fala de foco em manutenção da parceria e diz que desde o início só quis falar com fábrica japonesa sobre contrato

Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team

Marc Márquez assegurou que não contemplou nenhuma outra oferta de renovação na MotoGP além da de sua equipe atual, a Honda. Após a renovação por dois anos, o piloto falou que jamais se sentou com nenhuma outra fabricante para discutir contratos.

"Eu sempre disse que a Honda seria a prioridade, que seria a primeira com quem eu me sentaria", explica Márquez.

"Nós estávamos falando há alguns meses, mas queria começar a pré-temporada vendo as dinâmicas com as quais começaríamos. E a dinâmica é boa. O que eu sentia estava se renovando com a Honda, e, no final, foi a única opção que eu avaliei."

O espanhol confirmou que, apesar do interesse de outras marcas, não houve ofertas reais, pois não negociou com mais ninguém.

"Na verdade, eu não tinha ofertas, porque eu só falei com a Honda. Não me sentei para negociar com ninguém além da Honda".

Bom começo nos testes do Catar

O circuito de Losail geralmente é um bom termômetro do estado da Honda. No Catar, o time geralmente sofre, mas neste ano está melhor. É de se esperar que em outras pistas a RC213V faça a diferença. Para Márquez, o começo foi promissor apesar do décimo lugar na última quinta.

"No ano passado, fomos muito pior aqui”, disse.

“Sofremos muito mais, e provavelmente seja um dos piores circuitos do calendário para nós. Mas acho que temos tudo um pouco mais controlado agora, sabíamos que a característica do motor seria um pouco mais radical. Mas fizemos algumas mudanças que foram bastante boas. Só precisamos preparar tudo e ir um pouco mais em detalhes."

"Nós viemos de dois circuitos com temperaturas muito extremas, e com muita umidade. Nós já sabíamos que aqui o motor poderia se comportar um pouco diferente e ser mais agressivo. No primeiro dia nos concentramos no motor".

Próxima MotoGP matéria
Iannone surpreende favoritos e lidera no Catar

Previous article

Iannone surpreende favoritos e lidera no Catar

Next article

Viñales vê Yamaha mais constante no Catar; Rossi é cético

Viñales vê Yamaha mais constante no Catar; Rossi é cético

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Marc Marquez Shop Now
Equipes Repsol Honda Team
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Últimas notícias