Marquez questiona utilidade de Stoner como piloto de testes

49 pontos atrás de Rossi no campeonato, espanhol diz que australiano não consegue ajudar Honda a melhorar

O ano não começou bem para o atual bicampeão Marc Marquez. Se no ano passado o espanhol venceu as primeiras dez provas do ano, nesta temporada o piloto já sofreu dois acidentes e ganhou apenas um GP, em Austin nos EUA.

Para ele o insuficiente desenvolvimento de sua Honda pode ser considerado o principal ponto na queda de produção de sua equipe. Ele está a 49 pontos de Valentino Rossi, líder da temporada.

“Bem, a verdade é que em Valência, quando testamos a moto (Novembro de 2014), nem eu nem Pedrosa gostamos”, disse ao site espanhol Motocuatro.

“Na Malásia (Fevereiro de 2015) tentamos várias coisas, mas treinamos muito naquela pista e lá é muito quente e úmido. As condições que você encontra lá são encontrados somente lá.”

“Testamos o chassi, mas o problema que tínhamos era no motor. Lá isso foi escondido pelas condições, porque com a temperatura elevada a moto anda menos.”

O bicampeão ainda criticou indiretamente o comando da Honda, dizendo que Casey Stoner, aposentado da categoria desde 2012, não tem condições de desenvolver a RC213V pelo fato de apenas testar eventualmente e não participar mais de competições.

“No que diz respeito à evolução da moto, no final das contas quem fez isso foi nosso piloto de testes japonês. Stoner andou na moto em um teste, mas é evidente que depois de um ano sem andar ele não vai conseguir desenvolver nada”, disparou.

“Mas agora, meu objetivo é mais recuperar e me encontrar na moto. Uma vez que isso esteja feito, tentarei me recuperar nos pontos para, pelo menos, terminar o melhor possível no campeonato.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Casey Stoner , Marc Marquez
Equipes Repsol Honda Team
Tipo de artigo Últimas notícias