Márquez revela que “poderia ter caído” se tivesse seguido ritmo de Lorenzo

compartilhar
comentários
Márquez revela que “poderia ter caído” se tivesse seguido ritmo de Lorenzo
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
Traduzido por: Gabriel Carvalho
16 de ago de 2015 15:50

Bicampeão admitiu que teve de andar no limite para seguir próximo ao piloto da Yamaha no início da prova e que desistiu de acompanhar o rival com receio de sofrer uma queda

Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

Marc Márquez, segundo colocado no GP da República Tcheca, realizado neste domingo (16) e vencido por Jorge Lorenzo, preferiu garantir o segundo lugar a assumir riscos desnecessários.

O bicampeão revelou que andou no limite para acompanhar o ritmo do vencedor da prova nos estágios iniciais da disputa, mas depois optou por uma estratégia mais conservadora para não sair zerado de Brno, certificando-se de terminar à frente de Valentino Rossi.

"Ontem (sábado) eu já tinha percebido que Jorge tinha um pouco mais (em relação ao ritmo) do que nós. Na primeira parte da corrida, tentei seguir Jorge e andei no limite por algumas voltas. Quando os pneus se desgastaram um pouco, no entanto, os problemas começaram a aparecer: sofri com a falta de aderência na traseira e a dianteira estava no limite. Eu poderia ter caído se continuasse naquele ritmo”, revelou.

"Como a vantagem sobre Valentino já era grande, tratei apenas de manter essa vantagem. Podemos considerar o segundo lugar um ótimo resultado, sabíamos que esta pista seria uma das mais difíceis para mim”, contou.

Lorenzo é o adversário a ser batido em Silverstone

Márquez, que agora está a 52 pontos dos pilotos da Yamaha na tabela de pontos, crê que será complicado superar Lorenzo na próxima etapa da temporada 2015 da MotoGP – o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone – e, mais do que isso, reduzir a diferença para os líderes do campeonato.

"Será difícil superar Jorge (em Silverstone). De qualquer forma, daremos o máximo e tentaremos novamente. Além disso, cada vez fica mais complicado reduzir a desvantagem (na tabela), pois eu teria que superar os dois (Rossi e Lorenzo) a cada final de semana – o que é extremamente difícil, pois ambos são muito bons”, reconheceu.

"De qualquer forma, continuaremos tentando. Tivemos quedas (nos treinos livres), mas demos a volta por cima. Estamos felizes com o resultado obtido aqui e tentaremos manter a forma nas próximas corridas”, finalizou.

Próxima MotoGP matéria
Rossi reconhece falta de ritmo e fala em “pequenos erros” no acerto da moto

Previous article

Rossi reconhece falta de ritmo e fala em “pequenos erros” no acerto da moto

Next article

Falha no motor impede Iannone de lutar por pódio em Brno

Falha no motor impede Iannone de lutar por pódio em Brno
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da República Tcheca
Localização Brno Circuit
Pilotos Marc Marquez Shop Now
Equipes Repsol Honda Team
Autor Jamie Klein
Tipo de matéria Últimas notícias