Márquez: “Título será decidido em Valência”

Piloto da Honda disse nesta quarta-feira que o Campeonato da MotoGP está entre Dovizioso, Viñales e ele mesmo, e que o título será decidido na última corrida da temporada

Marc Márquez deixou fora da luta pelo campeonato mundial da MotoGP Valentino Rossi e Dani Pedrosa com cinco corridas para terminar a temporada, enquanto se anunciava em paralelo o ressurgimento meteórico do italiano em Motorland neste fim de semana, apenas 22 dias depois de passar por uma cirurgia.

Os irmãos Márquez protagonizaram na manhã desta quarta-feira (20) um evento da marca de caminhões Scania, que lhes cede os caminhões que movem seus motorhomes durante a temporada europeia. Marc foi perguntado sobre as opções no campeonato e resolução do título.

"Eu acho que o título será decidido em Valência", disse o piloto da Honda, líder do Mundial com 199 pontos, mesmos de Andrea Dovizioso e 16 a mais do que Maverick Viñales, terceiro na classificação.

"Agora há corridas que eu faço bem, outras que são melhores para Dovizioso e outras que favorecem Viñales, que voltou a correr no nível que esteve na pré-temporada. Então, se nada acontecer, espero estar lutando em Valência, porque acho que o campeonato será decidido na última corrida", afirmou.

O piloto catalão admitiu que "este ano todos podem ganhar corridas", mas a luta pela coroa do mundo se encaixa no top-3 do geral.

"Agora, somos três. Valentino [Rossi] e Dani [Pedrosa] estão um pouco mais longe e é muito difícil para perdermos, então o assunto está entre nós e a corrida de Aragón não acabará de definir as coisas", disse descartando o italiano da Yamaha, que com 157 pontos está a 42 do líder, e Pedrosa, o quinto do campeonato com 150 pontos, 49 atrás de seu colega de equipe.

Sobre o GP disputado neste fim de semana em Motorland Aragón, Márquez, que chega de vitória em Misano, se mostrou otimista.

"É um dos circuitos que vou bem, no ano passado pude fazer uma boa corrida, e veremos como funciona porque tenho certeza de que Dovizioso e Viñales estarão lutando pela vitória".

Apesar da grande igualdade, Marc não pensa em diminuir os riscos que leva em cada corrida. "Deveremos seguir iguais, tudo é muito apertado e você não consegue pensar em lesões nem nada, porque cada ponto que você perde pode precisar no último dia em Valência", insistiu.

Precisamente, o que reaparece após uma lesão e recuperação meteórica de três semanas, é Valentino Rossi.

A Honda disse: "Gostaria que Valentino voltasse o mais rápido possível, tudo é mais bonito e há mais concorrência se todos nós estivermos na pista".

"Ele já pegou uma moto e disse que vai tentar neste fim de semana, lhe desejo que vá bem e que possa retornar o mais rápido possível", insistiu o Cervera.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de Aragón
Pista Motorland Aragon
Pilotos Marc Marquez
Tipo de artigo Últimas notícias