Morbidelli confessa emoção no capacete ao ver Rossi na pista

compartilhar
comentários
Morbidelli confessa emoção no capacete ao ver Rossi na pista
Germán Garcia Casanova
Por: Germán Garcia Casanova
5 de fev de 2018 15:24

Ítalo-brasileiro diz que começou a rir quando encontrou mentor e ídolo pela primeira vez durante um teste oficial da MotoGP

Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS, Marc Marquez, Repsol Honda Team
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS

Campeão mundial da Moto2 na última temporada, Franco Morbidelli já iniciou sua adaptação com a Honda da equipe Marc VDS nos dois primeiros testes após sua entrada na maior categoria do motociclismo mundial.

No entanto, a sensação que mais se destacou para o ítalo-brasileiro até aqui foi ver seu mentor e ídolo, Valentino Rossi, na pista durante o teste de Sepang.

"Eu encontrei Valentino e pude fazer algumas voltas atrás dele”, iniciou o primeiro piloto da VR46 Riders Academy a conseguir chegar à MotoGP.

“A verdade é que eu estava rindo sob o capacete. Fiquei animado quando eu o segui. Foi uma sensação muito forte."

Márquez é a referência

No entanto, Franco enfrentará o campeonato mais difícil do mundo a bordo de uma Honda RC213V de 2017, mesma moto com a qual Marc Márquez venceu o mundial.

O italiano continua em sua fase de adaptação à categoria e à sua nova moto.

"Eu não acho que as coisas estejam tão claras, eu obviamente tenho que me adaptar à categoria e também à moto, procurando entender os pontos fortes da Honda. Mas, também, claramente, devemos tentar adaptar a moto às minhas demandas e ao meu modo de andar", refletiu.

Para ajudá-lo neste processo, a Honda forneceu a ele a telemetria de Marc Márquez, Dani Pedrosa e Cal Cruthclow.

"Eles são seres humanos, então eles não fazem nada de extraordinário, eles apenas pilotam bem. São grandes e talentosos pilotos que conhecem bem a moto. Em suma, eles fazem o que eu gostaria de fazer."

O italiano está claro sobre quem deve ser sua referência quando se trata de entender a Honda.

"Estou tentando aprender com Márquez, que é o melhor nesta moto. Obviamente, os outros pilotos têm pontos fortes, mas sem dúvida a referência é Marc Márquez. Estou comparando meus dados com os seus no ano passado, já que a moto é a mesma", encerrou Morbidelli.

Próxima MotoGP matéria
Tech 3 anuncia Syahrin para teste na Tailândia

Previous article

Tech 3 anuncia Syahrin para teste na Tailândia

Next article

Luthi admite que estilo da Moto2 o atrapalha na MotoGP

Luthi admite que estilo da Moto2 o atrapalha na MotoGP
Load comments