Motegi permanece no calendário da MotoGP até 2023

Categoria anuncia renovação de acordo com circuito japonês por mais cinco temporadas

A primeira prova da principal categoria do motociclismo em Motegi foi em 1999, substituindo Suzuka como GP japonês. Mas o circuito que tradicionalmente também recebe provas da F1, voltou ao calendário em 2000.

No entanto, a corrida de Motegi foi rebatizada de GP do Pacífico até 2004, quando mais uma vez se tornou a única pista japonesa no cronograma da MotoGP com a saída de Suzuka.

Com acordo previsto até o final de 2018, Motegi foi confirmado neste fim de semana para continuar no calendário da MotoGP por mais cinco anos, garantindo seu lugar até 2023.

"Estamos muito satisfeitos em anunciar a renovação deste acordo em um local que celebra seu 20º aniversário", disse o chefe da Dorna, Carmelo Ezpeleta.

"O Twin Ring Motegi é o lar da Honda e o GP do Japão é a casa para as grandes fabricantes, como Yamaha e Suzuki, alguns dos mais importantes do campeonato."

A corrida de Motegi do ano passado foi o cenário do título de Marc Márquez, garantindo sua terceira coroa da MotoGP, e também foi o local onde Casey Stoner conquistou o título da Ducati há uma década.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias