Moto2: Com ritmo soberano, Rabat ganha segunda do ano em Termas

Espanhol da Marc VDS lidera de ponta a ponta GP da Argentina; Salom vai a seu primeiro pódio na Moto2, em 3º

Sem tantas emoções como a Moto3, a corrida da Moto2 teve o mesmo vencedor da prova inaugural do ano, Esteve Rabat.  O líder do campeonato se aproveitou de boa largada e de seu ritmo constante para abrir progressivamente do belga Xavier Simeon e ganhar com tranquilidade seu primeiro GP da Argentina.

Com a queda de Viñales na volta 5, a disputa pelo último degrau do pódio ficou entre Corsi, Salom e Aegerter. O terceiro colocado na Moto3 em 2013 venceu o duelo depois de passar Corsi na penúltima volta. Sem ritmo, o italiano ainda foi ultrapassado por Aegerter, finalizando assim em quinto lugar.

O samarinês Alex de Angelis ficou em sexto, superando o companheiro de Rabat, Mika Kallio (comemorando a 200ª largada no mundial) e Sam Lowes, que caiu na classificação, largou de 22º e foi o oitavo. Sandro Cortese e Jordi Torres fecharam o Top 10.

Na largada, Rabat saiu na ponta, seguido de Simeon de Viñales. A corrida entre os primeiros para o vencedor de Austin duraria não mais que quatro voltas, quando acabou caindo na curva 1 enquanto ocupava o quinto posto. Com seis voltas, a classificação tinha Rabat na frente, com Simeon em segundo, Salom em terceiro, Corsi e De Angelis no Top 5.

Virando mais rápido que o resto, Rabat abria do belga Simeon pouco a pouco. Na volta 8, Salom, que era terceiro, foi ultrapassado por Simone Corsi. No entanto, o piloto da Forward não conseguiu se distanciar muito do espanhol, voltando a ser pressionado instantes depois. Simeon reduziu a diferença para Rabat para 0.5s na volta 13, no entanto não conseguiu chegar perto para atacar o piloto.

Na volta 14, o Top 5 continuava inalterado, com Rabat, Simeon, Corsi, Salom e Aegerter. De Angelis vinha em sexto, com Kallio, Cortese, Folger e Lowes completando o Top 10. Três voltas depois, Rabat apertou o ritmo, virando de dois a três décimos mais rápido que Simeon. O espaço entre os dois havia crescido para 1.6s.

A disputa pelo terceiro lugar continuava quente, com Salom superando Corsi na curva 7 no antepenúltimo giro. O piloto da Forward ainda foi ultrapassado por Aegerter, e ficou em quinto. A prova terminou com Rabat 2.094s na frente de Simeon.

Confira o resultado (15 primeiros):
1. Esteve Rabat SPA Marc VDS Racing Team (Kalex) 40m 6.114s
2. Xavier Simeon BEL Federal Oil Gresini Moto2 (Suter) 40m 8.208s
3. Luis Salom SPA Pons HP 40 (Kalex) 40m 9.816s
4. Dominique Aegerter SWI Technomag carXpert (Suter) 40m 10.982s
5. Simone Corsi ITA NGM Forward Racing (Forward KLX) 40m 11.124s
6. Alex De Angelis RSM Tasca Racing Moto2 (Suter) 40m 14.678s
7. Mika Kallio FIN Marc VDS Racing Team (Kalex) 40m 19.271s
8. Sam Lowes GBR Speed Up (Speed Up) 40m 25.870s
9. Sandro Cortese GER Dynavolt Intact GP (Kalex) 40m 26.422s
10. Jordi Torres SPA Mapfre Aspar Team Moto2 (Suter) 40m 26.492s
11. Marcel Schrotter GER Tech 3 (Tech 3) 40m 27.084s
12. Anthony West AUS QMMF Racing Team (Speed Up) 40m 27.613s
13. Franco Morbidelli ITA Italtrans Racing Team (Kalex) 40m 32.913s
14. Nicolas Terol SPA Mapfre Aspar Team Moto2 (Suter) 40m 33.107s
15. Takaaki Nakagami JPN IDEMITSU Honda Team Asia (Kalex) 40m 33.253s 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias