Moto3: Granado destaca melhora psicológica em terceira temporada

Com os mesmos mecânicos da equipe Aspar, brasileiro se vê em casa na equipe Calvo e mira constância em 2014

Depois de um ano e meio lutando contra a falta de experiência no mundial, após um estreia muito abaixo na Moto2 em 2012, Eric Granado se vê mais calmo para a temporada 2014 da Moto3. O brasileiro está nesta temporada na equipe Calvo, que levou Maverick Viñales ao título da categoria no ano passado.

Segundo Granado, sua forma está muito melhor do que em 2013, o que lhe faz mirar em alvos mais altos nesta temporada.

“Evoluímos muito comparando com o ano passado, com certeza”, afirmou em entrevista exclusiva ao TotalRace em Termas de Río Hondo.

“Eu também estou mais focado, estou conseguindo me adaptar mais rápido às pistas. Na sexta eu já consigo rapidamente ser mais veloz, o que no ano passado era difícil, eu demorava muito para chegar nos tempos.”

O brasileiro lamentou a falta de sorte do início da temporada. “Foi um começo de ano muito confuso. Acabei tendo em Austin duas quedas, e a última foi bem forte, não consegui correr em 100% da forma. No Catar foi falta de sorte, um piloto bateu em mim e eu não tinha muito o que fazer. Aqui a gente vai tentar fazer o mesmo trabalho que estamos fazendo desde o começo e torcer para ter sorte e conseguir pontuar.”

Mirando constância, Granado diz que sua preparação mental para 2014 é muito mais forte. “Está sendo muito importante a adaptação psicológica, e também estar muito decidido no que você quer fazer. Ano passado foi um ano de adaptação para mim, com certeza. Indo para a Moto3, tive que me entender com a moto.”

“Tive alguns resultados bons, mas também muitas quedas. Nesse ano, o fato de estar mais concentrado e focado no que eu quero está me fazendo cair muito menos, ser rápido e mais constante. E isso é muito importante. A constância no mundial é ponto vital. Se você não for constante, você não consegue bons resultados. Também estou um pouco melhor fisicamente, o que ajuda no fim das provas.”

Eric também revelou que sua equipe de mecânicos é basicamente a mesma do ano passado. “Meus mecânicos vieram comigo, chefe de mecânicos, pessoal da telemetria. Estou como se fosse em casa também. Pessoal que trabalha comigo é o mesmo do ano ano passado, e isso é legal porque já tenho um bom feeling com eles.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias