MotoGP diz que Silverstone "se degradou muito" desde março

compartilhar
comentários
MotoGP diz que Silverstone
27 de ago de 2018 19:12

Inspetor da Federação Internacional de Motociclismo, ex-piloto Franco Uncini diz que era impossível prever problemas de drenagem e ondulações

O novo asfalto da pista de Silverstone para 2018 se deteriorou consideravelmente desde que foi refeito no início deste ano, afirmou o Oficial de Segurança da FIM, Franco Uncini, após o cancelamento do GP da Grã-Bretanha de MotoGP.

Uncini foi questionado em uma conferência de imprensa especial no domingo sobre a condição da pista quando a visitou pela primeira vez para homologá-la em fevereiro, e o campeão das 500cc de 1982 disse que não havia problemas. O problema foi que o asfalto se degradou neste tempo.

"Eu vim quando o novo asfalto foi colocado, no final de fevereiro", lembrou Uncini. “Na época, fiz uma inspeção e o asfalto parecia muito bom, em termos de ondulações, conexões com zebras e também aderência”.

“Foi confirmado por Cal Crutchlow, que fez um teste em uma moto um mês depois. Ele disse que o asfalto estava um pouco irregular e o circuito reagiu e acertou estas ondulações. Mas então descobrimos durante o fim de semana da Fórmula 1 que o circuito estava pior. Por isso, creio que ele se degradou de março a julho. Essa foi a situação do asfalto.”

“Eles farão um estudo profundo, de seis semanas, para ver qual é o motivo para esse tipo de degradação, porque honestamente em fevereiro e março estava bom.”

Franco Uncini, FIM

Franco Uncini, FIM

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Lewis Hamilton foi altamente crítico em relação à nova pista, dizendo que Silverstone havia "desperdiçado dinheiro", e que a pista se ficou mais ondulada "do que o Nurburgring Nordschleife".

Uncini disse que entrou em contato com Silverstone depois de tomar conhecimento do problema, mas não houve tempo para a pista passar por melhorias substanciais entre os dois eventos.

“Eles tentaram resolver alguns pequenos problemas, mas honestamente, era tão grande que era impossível fazer isso. O sonho era ter um asfalto completamente novo, mas não havia tempo nem possibilidade de fazer um novo asfalto entre o GP da F1 e o nosso GP.”

Uncini também admitiu que a FIM não tem como verificar se uma pista estará totalmente segura em condições de chuva durante o processo de homologação.

“Quando verificamos a pista no seco, presumimos que a pista no molhado deva estar bem com a drenagem correta e a inclinação da pista em todos os lugares”, disse o italiano.

“Só confiamos na empresa que faz o asfalto e confiamos no circuito. Nós apenas verificamos que não é acidentado, se há boa aderência e se não há espaços entre as zebras e o asfalto.”

“Verificamos todos esses detalhes, mas não podemos checar no molhado. Efetivamente, o único modo de verificar é com uma moto de MotoGP numa pista completamente molhada – completamente impossível.”

Jorge Lorenzo, Ducati Team, British MotoGP race 2018

Jorge Lorenzo, Ducati Team, British MotoGP race 2018

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

O diretor de Silverstone, Stuart Pringle, discursou à mídia no domingo e disse que seria injusto culpar a empresa que realizou o trabalho de recapeamento antes de uma investigação completa do ocorrido.

"Se você acha que há pessoas que estão decepcionadas com o desempenho da pista hoje, você pode ter certeza de que eu sou o primeiro dessa fila", disse ele. "Precisamos fazer uma investigação séria sobre isso e precisamos entender o que aconteceu”.

"Eu sei que a empreiteira – Aggregate Industries – fez isso porque eles têm orgulho de sua mão-de-obra e orgulho da qualidade de seus produtos. Mas seria injusto enfrentá-los agora, quando não temos dados. Precisamos de dados."

Pringle também esclareceu que uma empresa independente seria trazida para ajudar no estudo de Silverstone.

"Precisamos chegar ao fundo disso", disse ele. "Então, precisamos de um pouco de tempo, e você pode estar certo de que eu estarei informando isso a todos vocês – se não pessoalmente, em comunicados. Nós estaremos emitindo declarações, porque isso é importante. Este é um assunto sério para a MotoGP e este é um assunto sério para Silverstone”.

"Precisamos apresentar respostas e entender o que está acontecendo, e qual é a resolução para o futuro. Mas não posso dizer a você agora qual é a resolução para o futuro."

Reportagem adicional por Lewis Duncan

Stuart Pringle, Silverstone Managing director

Stuart Pringle, Silverstone Managing director

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próxima MotoGP matéria
Rabat já anda com auxílio de andador

Previous article

Rabat já anda com auxílio de andador

Next article

Lorenzo: Todos os pilotos, exceto um, decidiram não correr

Lorenzo: Todos os pilotos, exceto um, decidiram não correr
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Tipo de matéria Últimas notícias