Noturno, GP do Catar não será mais adiado por chuva

Após teste no molhado, técnicos da MotoGP concluem que estrutura está apta a receber provas no molhado

Sempre temendo que o reflexo das luzes pudesse ser um problema para os pilotos, a MotoGP jamais correu com chuva no circuito de Losail, no Catar. A pista sedia provas do campeonato mundial desde 2004, mas é utilizada à noite desde 2008.

De lá para cá, poucas vezes houve chuva no circuito, localizado no meio do deserto do Catar. Porém, das vezes que isso ocorreu, a ação de pista não foi permitida. O caso mais famoso ocorreu em 2009, durante a abertura da temporada. Enquanto as motos já estavam no grid para largar, começou a chover e a prova foi adiada para a segunda-feira.

No entanto, de acordo com uma notícia publicada pelo jornal italiano Gazzetta dello Sport, a IRTA (associação de equipes da MotoGP) informou que Franco Uncini e Loris Capirossi estiveram no Catar recentemente para fazer um teste à noite com a pista artificialmente molhada.

Os dois membros da direção de provas chegaram à conclusão de que o asfalto não reflete a luz e, portanto, não há preocupações de segurança.

Por isso, a Michelin foi informada de que precisa levar os pneus de chuva ao Catar também para o teste coletivo final. Em anos anteriores, as motos não podiam andar no molhado.

Esta alteração só se aplica à classe MotoGP, que teria um treino extra antes da corrida se chover. Moto2 e Moto3 ainda precisarão pausar suas programações em caso de mau tempo.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP do Catar
Pista Losail International Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias