Para Iannone, ele e Suzuki precisavam do resultado de Motegi

compartilhar
comentários
Para Iannone, ele e Suzuki precisavam do resultado de Motegi
David Gruz
Por: David Gruz
Traduzido por: Daniel Betting
16 de out de 2017 17:53

Piloto italiano expressou alívio ao pôr fim à sua fraca série de resultados após a quarta posição em Motegi

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP,Suzuki fairing detail
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP

Andrea Iannone, que sofreu um período difícil durante grande parte de sua primeira temporada na Suzuki, terminou em quarto lugar na molhada corrida de Motegi, saindo na frente em uma batalha de fim de temporada contra seu companheiro de equipe, o novato Alex Rins.

Iannone considera que o resultado de Motegi foi a "experiência clássica" que ele e Suzuki precisavam, e está convencido de que as coisas continuarão melhorando a partir de agora.

"Estou feliz por ter finalmente conseguido um bom resultado. Depois de um ano de erros e lutas, finalmente chegamos. Digamos que esta é a experiência clássica que precisamos ter”.

"Além disso, a Suzuki está trabalhando muito, então, estou convencido de que podemos fazer avanços importantes. Certamente foi um fim de semana positivo porque Alex [Rins] também foi rápido”.

"É ótimo estar de volta a essas posições e, o mais importante, poder passar uma boa parte da corrida perto dos líderes. Eventualmente, meu pneu traseiro perdeu rendimento, mas consegui defender [minha posição] e terminar em quarto”.

"É importante que trouxemos para casa um bom resultado no Japão, eu e a Suzuki estamos felizes. Esperamos que Phillip Island também seja uma boa corrida para nós".

"Fim de semana perfeito" para Rins

Rins, que faz sua estreia na MotoGP, foi prejudicada por lesão, mas garantiu seu primeiro top-5 final da categoria principal, apesar de cair para 15º após a largada.

Só demorou três voltas para ele se juntar a Iannone entre os sete primeiros, e até conseguiu passar e correr à frente de seu companheiro de equipe durante grande parte da corrida antes de ser ultrapassado.

"Foi um fim de semana perfeito, gostei muito da corrida. Eu estava forte, mas na primeira curva fui um pouco larga e eu era apenas 15º porque um piloto quase caiu e eu tive que evitar o choque”.

"A partir daí, me recuperei para para ser quinto. Levou algum tempo para passar [Johann] Zarco. Perdi tempo, mas o importante foi o bom ritmo que tive. A luta com Iannone também foi boa, você sempre aprende coisas”.

Rins também observou que o Suzuki "trabalha muito melhor" com o novo "bigode" que foi introduzido para Motegi.

"Estou surpreso com a moto porque eles trouxeram a novo carenagem e isso funciona muito melhor", disse Rins.

Informação adicional de Jamie Klein

Próxima MotoGP matéria
Bautista diz estar "muito chateado" com decisão da Michelin

Previous article

Bautista diz estar "muito chateado" com decisão da Michelin

Next article

Miller confirma que tentará correr na Austrália

Miller confirma que tentará correr na Austrália

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP do Japão
Localização Twin Ring Motegi
Pilotos Andrea Iannone , Alex Rins
Equipes Team Suzuki Ecstar MotoGP
Autor David Gruz
Tipo de matéria Últimas notícias