Para Márquez, alvo é estar 100% fisicamente no GP da Argentina

compartilhar
comentários
Para Márquez, alvo é estar 100% fisicamente no GP da Argentina
Por:
7 de fev de 2019 13:31

Piloto diz que ainda não consegue andar da maneira que prefere na moto por conta de ombro esquerdo recém-operado

Líder da tabela de tempos no primeiro dia do teste de pré-temporada da MotoGP na Malásia, Marc Márquez afirmou que acha que só estará 100% recuperado de sua operação no ombro esquerdo durante o inverno na segunda etapa do campeonato, na Argentina.

Falando sobre sua condição física, Márquez – que foi quase um segundo mais lento que o líder Maverick Viñales nesta quinta – admitiu que terá que esperar até o final de março para estar de volta as suas melhores condições.

Ele disse: "eu não vou estar muito perto de 100%, mas acho que o Catar não será um grande problema... espero”.

"Ainda tenho um mês pela frente, então vou tentar trabalhar duro ainda. Eu tenho amanhã o último dia de testes, tenho um teste no Catar e aí é a corrida no Catar, e depois de três semanas Argentina.”

"Esse é o meu alvo, chegar na Argentina 100%. Preciso esperar. Agora, se eu quiser, posso continuar andando com dor. Mas se eu tiver uma grande inflamação, fica cada vez pior e eu perderia uma semana da minha recuperação. Então eu preciso seguir meu corpo. Quando eu sinto mais dor do que normal, eu paro."

Márquez disse que suas limitações físicas afetaram seus planos de testes para além de não conseguir aproveitar ao máximo o tempo de pista disponível em Sepang.

O espanhol explicou que ele tem se concentrado principalmente na comparação de motores até o momento durante o teste, já que não consegue avaliar adequadamente mudanças menores em sua condição atual.

"Tentamos grandes coisas até agora, tentei um personagem completamente diferente na moto", disse ele. "Não entramos em detalhes, apenas coisas muito grandes para obter informações”.

"Amanhã tentaremos continuar dessa forma, mas por enquanto o mais importante é trabalhar no motor, porque do Catar até o final do ano não poderemos mudar.”

"Correr de maneira mais suave é algo estranho, não é meu instinto e não é meu estilo de pilotagem. Por isso, algumas coisas que precisamos tentar não tentaremos, porque não estou correndo como eu gosto.”

"Estamos mudando o plano, tentando grandes coisas em outras áreas que são mais importantes. Para trabalhar nos pequenos detalhes você precisa pilotar como prefere.”

"Quando coloco pneus novos não consigo tirar vantagem, a moto se torna mais agressiva e mais física para o ombro. Com pneus novos eu sou mais lento e depois com pneus usados ​​dou meu melhor."

Reportagem adicional por Oriol Puigdemont

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Next article
Viñales lidera segundo dia de teste em Sepang por 0s5

Previous article

Viñales lidera segundo dia de teste em Sepang por 0s5

Next article

Rossi admite que marca de Viñales era "inatingível"

Rossi admite que marca de Viñales era "inatingível"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Marc Marquez Shop Now
Equipes Repsol Honda Team
Autor Jamie Klein