Pedrosa admite culpa em acidente com Nakagami

compartilhar
comentários
Pedrosa admite culpa em acidente com Nakagami
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
4 de jun de 2018 11:00

Dani Pedrosa admitiu culpa pelo acidente que tirou ele e Takaaki Nakagami da disputa do GP da Itália de MotoGP, ainda na volta inicial da prova.

Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Alvaro Bautista, Angel Nieto Team
Takaaki Nakagami, Team LCR Honda
Takaaki Nakagami, Team LCR Honda

Piloto de fábrica da Honda, Pedrosa terminou na caixa de brita na curva 2 em Mugello, pouco após atingir a traseira da Ducati de Alvaro Bautista, acertando a moto de Nakagami no processo.

Isso aconteceu depois de Pedrosa obter sua pior posição de grid na MotoGP, em 20º, ao sofrer com a falta de aderência natraseira e problemas de estabilidade. 

“Basicamente eu toquei na roda traseira de Bautista e depois perdi a frente, e minha moto derrubou Nakagami”, explicou Pedrosa.

“Eu saí da primeira curva completamente pelo lado de fora, fui pelo lado de fora e estava fazendo ultrapassagens, então, quando fui pela esquerda, estive por dentro, com Nakagami por fora.”

“Eu simplesmente freei normalmente, mas, por alguma razão, Bautista não soltou os freios cedo o suficiente. Não lembro exatamente, mas não vi se ele estava no meio do tráfego.”

“De qualquer forma, é culpa minha, claro. Por pouco eu não o evitei, foi por um milímetro que eu atingi a roda de Alvaro e perdi o controle.”

Nakagami continuou na prova depois de ir aos boxes para que a LCR Honda pudesse avaliar os danos, mas ficou cinco voltas atrás dos líderes na bandeirada. 

“Estou muito decepcionado com a corrida depois do que aconteceu na largada, na curva 2”, disse o piloto japonês. 

“Entendo que Dani perdeu o controle e atingiu minha traseira. Foi um acidente de muito azar.”

“Levou um tempo, mas comecei novamente. A moto estava OK, o guidão estava um pouco quebrado, mas tentei o meu melhor para terminar a corrida. OK, terminei em último, mas corridas são assim.”

Pedrosa admitiu que o acidente foi uma consequência inevitável por ter se classificado lá atrás, mas disse que as mudanças feitas em sua RC213V no warm-up melhoraram sua sensação.

“Quando você se classifica em 20º, tem 50% de chance de terminar no chão – seja por um erro próprio, como foi hoje, ou pelo erro dos outros, como muitas outras vezes”, disse. 

“Tinha a meta de me recuperar na corrida porque, no warm-up, demos um bom passo com o acerto e recuperamos a boa sensação. Eu pude ser mais rápido de forma constante e segura.”

“Agora vamos a Barcelona para testar se essas mudanças também funcionam por lá e me dão confiança.”

Próxima MotoGP matéria
Grid girls colorem bastidores da MotoGP na Itália

Previous article

Grid girls colorem bastidores da MotoGP na Itália

Next article

GALERIA: Triunfo de Lorenzo em mar amarelo em Mugello

GALERIA: Triunfo de Lorenzo em mar amarelo em Mugello

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Itália
Localização Mugello
Pilotos Dani Pedrosa , Takaaki Nakagami
Equipes Repsol Honda Team
Autor Jamie Klein
Tipo de matéria Últimas notícias