Pedrosa: O que mais vou sentir falta são as sensações no pódio

compartilhar
comentários
Pedrosa: O que mais vou sentir falta são as sensações no pódio
Por: Carlos Guil Iglesias
15 de nov de 2018 20:48

Piloto da Honda diz que resultados de 2018 não foram o motivo que o levou a se aposentar

Dani Pedrosa se despede da MotoGP neste final de semana depois de 18 temporadas em que venceu três campeonatos mundiais (1 na 125cc e 2 na 250cc) e 54 vitórias. Embora o piloto de Castellar del Vallés não tenha conseguido o título da MotoGP, seus méritos lhe valeram a nomeação de lenda da categoria.

Ele assegura que nunca imaginou, antes de entrar no campeonato, de se aposentar com um histórico semelhante, fechando esta etapa com sua inclusão no grupo mais seleto de pilotos de toda a história.

"É um momento muito emocional porque você não espera isso quando começa", disse Pedrosa. "Por muito tempo eu recebo o apoio dos fãs. Sinto que a MotoGP me deu muitas coisas. Aprendi muito. Acho que eu tenho obtido mais porque os meus adversários eram muito bons. Eles me fizeram bem e eu fiz bem a eles."

Pela primeira vez em sua carreira, o catalão não conseguiu nenhum pódio em toda a temporada. No entanto, ele afirma que a decisão de se retirar não tiveram nada a ver com os resultados. Na verdade, ele reconheceu que não era a primeira vez que considerava seriamente deixar a competição.

"A minha decisão vem antes da temporada, foram apenas as sensações, não os resultados, não foi a primeira vez, no passado tive momentos difíceis e você pensa em coisas, às vezes é difícil recuperar sua atitude. Foi em 2011. Eu tive uma queda em 2010 e não consegui me recuperar durante o inverno, fiquei desesperado para me sentir bem novamente e tive outra queda em 2011 ”, lembra.

De qualquer forma, Pedrosa está saindo com grandes memórias deste campeonato, tanto nas pequenas categorias como no tempo que passou na MotoGP.

"É uma sensação boa ter aberto as portas para outras gerações. O melhor momento foi o primeiro campeonato. Quando você conseguir emergir todas as emoções desde que você começou.”

“Outro dos destaques foi em 2006. Era uma grande moto. Fui muito rápido", diz Pedrosa, se referindo à sua estreia na categoria de motos pesadas.

Embora Pedrosa não abandone completamente o motociclismo e se torne um piloto de testes da KTM nas próximas duas temporadas, haverá coisas que ele não poderá vivenciar novamente.

"Vou sentir falta da sensação no pódio ou quando você ganha. Você sente algo especial para esta última corrida. É como se não fosse real. Você quer parar o tempo. Eu vou perceber quando eu terminar", disse ele.

Next article
Lorenzo se diz confiante em volta ao grid em Valência

Previous article

Lorenzo se diz confiante em volta ao grid em Valência

Next article

Viñales escolhe mudar de número para temporada 2019

Viñales escolhe mudar de número para temporada 2019
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP de Valência
Localização Valencia Grand Prix Circuit
Pilotos Dani Pedrosa Shop Now
Autor Carlos Guil Iglesias