Pedrosa: "tivemos uma chance e aproveitamos"

compartilhar
comentários
Pedrosa:
Gabriel Carvalho
Por: Gabriel Carvalho
11 de out de 2015 09:42

Vencedor do GP do Japão revelou que cuidou dos pneus no início da prova, mas achou que não poderia recuperar diferença em relação aos pilotos da Yamaha

Dani Pedrosa
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team and Marc Marquez, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Dani Pedrosa reencontrou o caminho das vitórias após 14 meses de jejum ao triunfar no GP do Japão, realizado neste domingo (11). De quebra, o espanhol chegou à 50ª vitória no Mundial de Velocidade, somadas as três categorias.

Pedrosa, no entanto, não acreditava que seria capaz de conquistar a vitória, especialmente após ver as Yamahas de Jorge Lorenzo e Valentino Rossi sumirem na frente nos instantes iniciais da corrida.

“Nossa moto tem muita potência, então tive que me certificar de tomar cuidado no início da prova para não estragar os pneus. Com isso, não podia andar tão rápido quanto Valentino e Jorge naquele momento e fiquei tão distante que achei que não seria capaz de recuperar tamanha diferença", disse.

“Depois, mantive meu ritmo e eles começaram a perder rendimento. Quando ultrapassei (Andrea) Dovizioso, pensei que o pódio já estava de bom tamanho e achei que seria difícil chegar em Lorenzo. A cada volta, no entanto, eu me aproximava dele. Mantive a calma e utilizei um traçado diferente para diminuir o desgaste dos pneus de chuva", afirmou o espanhol.

A vitória em Motegi corrobora o bom momento de Pedrosa, que passou por uma cirurgia no antebraço direito no início da temporada - quando perdeu os GPs dos EUA, da Argentina e da Espanha.

“Perto do fim, eu já estava na liderança e pude aproveitar isso por algumas voltas, pois fazia muito tempo que eu não vencia. Agradeço à equipe, aos fãs, minha família e, claro, ao médico que me operou e ao pessoal da fisioterapia. Sem eles eu não estaria aqui, então é importante para mim poder devolver a eles algo que os agrade", disse Pedrosa.

“Eu estava bem, mas sabia que, no seco, a Yamaha era mais veloz do que nós. Hoje, entretanto, tivemos uma chance com a vinda da chuva e aproveitamos. Finalmente pude dar à Honda uma vitória no GP "de casa", completou.

Próxima MotoGP matéria
2º, Rossi comemora aumento da vantagem sobre Lorenzo

Previous article

2º, Rossi comemora aumento da vantagem sobre Lorenzo

Next article

De Angelis tem sedação reduzida e já pode falar

De Angelis tem sedação reduzida e já pode falar
Load comments