Petrucci: Prefiro vencer Márquez a Rossi

compartilhar
comentários
Petrucci: Prefiro vencer Márquez a Rossi
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
11 de jan de 2018 20:27

Italiano rasga elogios ao tetracampeão da MotoGP, afirmando que ele se destaca do resto do grid por arriscar mais do que outros pilotos

Danilo Petrucci, Pramac Racing
Danilo Petrucci, Pramac Racing
Danilo Petrucci, Pramac Racing
Danilo Petrucci, Pramac Racing
Danilo Petrucci, Pramac Racing
Danilo Petrucci, Pramac Racing
Danilo Petrucci, Pramac Racing

Danilo Petrucci deu outro passo em seu crescimento no ano passado. Ele terminou na oitava colocação na temporada, apenas 13 pontos atrás de Jorge Lorenzo.

O piloto da Pramac conseguiu ir ao pódio quatro vezes, e em duas oportunidades lutou pela vitória praticamente até a última curva da última volta.

Em Assen, Valentino Rossi levou a melhor, enquanto que em San Marino foi a vez de Marc Márquez.

Para Petrucci, Márquez está em um momento mágico, como demonstrou ao longo do último campeonato, em que, segundo ele, compensou as deficiências de sua Honda.

"A Yamaha, com Rossi e Viñales é uma combinação muito poderosa. Mas, na minha opinião, Márquez tem algo a mais do que o resto, no sentido de que, neste momento, não parece ter medo de cair e se machucar, de arriscar mais do que os outros", explicou Petrucci à Radio 24, da Itália.

"No ano passado fiquei muito impressionado porque, apesar do fato de que Dovizioso esteve sempre lá, ele sempre foi até o limite, mesmo que isso não bastasse", acrescentou.

"Eu prefiro vencer Márquez porque somos contemporâneos e acho que será um daqueles problemas que sempre estarão comigo, enquanto Valentino se aposentará em breve. Eu era um daqueles que estavam sentados à frente da TV assistindo ele correr, então correr contra ele é algo muito particular. Independentemente do relacionamento que ele tem com Rossi, Márquez monopolizará o campeonato nos próximos anos."

Petrucci não é nem de longe um dos pilotos que mais arrecadam do grid. Seu salário está distante dos mais de 12 milhões de euros recebidos por Jorge Lorenzo, ou 10 de Márquez.

"O dinheiro não faz você mais feliz, no meu caso, eu posso lhe garantir. Temos 23 ou 24 pilotos muito bons e todos estamos com muita fome de vencer e isso vai além do dinheiro que nos pagam. Mas gostei de ganhar daqueles que ganham muito mais do que eu. Tipo ‘você ganha mais dinheiro, mas esta noite estou mais feliz porque te deixei para trás’”, concluiu Petrucci.

 

Próxima MotoGP matéria
Ex-empresário de Pedrosa se torna chefe da Repsol Honda

Previous article

Ex-empresário de Pedrosa se torna chefe da Repsol Honda

Next article

MotoGP torna obrigatório uso de airbags nos macacões

MotoGP torna obrigatório uso de airbags nos macacões