Pilotos da MotoGP pedem férias de verão mais longas

compartilhar
comentários
Pilotos da MotoGP pedem férias de verão mais longas
David Gruz
Por: David Gruz
Traduzido por: Daniel Betting
2 de ago de 2018 18:15

Pilotos acreditam que o campeonato deve ter uma pausa de verão maior do que o intervalo de três semanas que teve este ano

A temporada de MotoGP tem tradicionalmente uma pausa de pelo menos quatro semanas entre a corrida de Sachsenring em julho e a corrida de Brno em agosto.

No entanto, apenas três semanas separam os dois eventos deste ano, com o calendário sendo ampliado para 19 corridas.

Além disso, a World Ducati Week anual foi realizada em Misano durante esse período, deixando os pilotos da fabricante italiana apenas com uma semana de descanso, enquanto Takaaki Nakagami, da LCR Honda, também disputou as 8 Horas de Suzuka, que aconteceu no último final de semana.

Jorge Lorenzo revelou que só teve três dias de folga no verão, e o espanhol pediu no "mínimo um mês de folga" nas próximas temporadas.

Leia também:

"Só tenho três dias [de descanso] antes de ter que partir para Misano para a World Ducati Week, por isso as minhas férias foram muito curtas desta vez", afirmou o piloto da Honda.

"É bom ter muitas corridas porque é a nossa paixão, é o nosso trabalho, mas é difícil descansar e se recuperar de uma corrida para outra.”

"Honestamente, três semanas de descanso no meio do campeonato não é tanto. Seria melhor ter um mês no mínimo e fazer um teste no meio. É melhor do que apenas três semanas, que é finalmente de duas semanas."

O líder do campeonato Marc Márquez acrescentou: "Já falamos um pouco sobre isso, será importante talvez aumentar as férias em mais uma semana.”

"Foi uma pausa de verão muito curta, para nós foi como uma semana e meia, porque você precisa estar em forma para começar a segunda parte da temporada, duas corridas seguidas.”

"Todos os anos temos mais corridas, mas sei que a Dorna está trabalhando no calendário, pois acredita que será importante para todos."

Valentino Rossi, por outro lado, sente que uma pausa de verão mais curta é uma compensação válida para ter menos corridas seguidas, com apenas as corridas Checa e Austríaca e os três eventos asiáticos ocorrendo consecutivamente em 2018.

"Para mim, o calendário deste ano é bom, porque não temos muitas corridas seguidas. Então você tem sempre uma semana parado, então é bom para preparar a próxima corrida de maneira perfeita.”

"Mas eu concordo, com mais uma semana todo mundo ficaria feliz, acho que no ano que vem precisamos de mais uma semana.”

Andrea Dovizioso disse que quer que o período entre temporadas seja mais longo em vez de ter férias de verão maiores.

"Eu não tenho nenhum grande problema [com as férias de verão]. Se eu posso mudar alguma coisa, se queremos falar sobre isso, mas com certeza não vai acontecer, o campeonato é muito longo”, disse.

Reportagem adicional de Oriol Puigdemont

Próxima MotoGP matéria
Lorenzo responde críticas e rompe relação com Dovizioso

Previous article

Lorenzo responde críticas e rompe relação com Dovizioso

Next article

Dovizioso: Se Lorenzo acha que o prejudico, é problema dele

Dovizioso: Se Lorenzo acha que o prejudico, é problema dele
Load comments