Pilotos insistem que Aprilia não precisa de time satélite

Espargaró e Redding acham que mais duas motos dariam a time italiano mais “estresse” no desenvolvimento

Com a MotoGP expressando vontade de ter todas as montadoras com times satélites no mundial, a KTM no ano que vem se juntará a Honda, Yamaha e Ducati, trazendo mais duas motos para um time privado, a Tech 3.

Atualmente, nem Suzuki e nem Aprilia têm time de satélite, no entanto a equipe italiana já afirmou que não tem planos para colocar mais duas motos no grid.

Aleix Espargaró concorda com a administração de seu time e diz que esta também é sua preferência, pois teme que a entrada de mais pilotos possa impedir que a Aprilia trabalhe em uma mesma direção.

"Eu realmente prefiro, do meu ponto de vista, ficar assim (sem equipe satélite), porque se tivermos todos os recursos na equipe da fábrica, trabalhando na mesma direção, é mais fácil", disse Espargaró.

"Eu acho que a Aprilia está crescendo muito. A moto está super perto das motos japonesas, mas precisamos de um pouco mais de tempo. A moto é realmente competitiva, e acho que a Aprilia é mais competitiva que a KTM - que vai ter duas motos em uma equipe privada na próxima temporada."

"A Aprilia também está pronta, mas prefiro continuar a desenvolver um pouco mais a moto."

Redding concordou que uma equipe satélite não seria "ideal" e disse que ele e Espargaró, que entre eles possuem experiência nas motos de Ducati, Suzuki e Honda, podem levar a Aprilia para frente.

"Não acho que seja a coisa ideal para fazer neste momento", disse ele. "Acho que a melhor coisa para a Aprilia fazer é dar os passos e focar no que eles estão fazendo.”

"Eles contrataram dois pilotos que têm experiência com diferentes motos, o que é bom.”

"Eu posso trazer coisas, Aleix com certeza pode trazer mais, e nós estamos entendendo a moto e nos aproximando da frente. Você aprende mais, você vê mais. Eu acho que se eles trouxerem outro time, será mais estresse, mais tempo, e isso atrasará o desenvolvimento para nós."

A Aprilia ainda não confirmou nenhum de seus atuais pilotos para 2019, e enquanto Redding admite que está ficando sem tempo para provar que merece ficar, as conversas já estão em andamento com Espargaró.

Embora o espanhol tenha sugerido que pode ter opções em outros lugares, ele indicou que está pronto para assinar um novo contrato de dois anos com a Aprilia.

"Sempre disse que a minha prioridade é ficar com a Aprilia, mas estamos em conversando", afirmou o espanhol. "Gostaria realmente de resolver o meu futuro o mais depressa possível, no mais tardar em Mugello”.

"Esta é minha prioridade, porque eu nunca estive mais do que dois anos no mesmo time. Eu me sinto ótimo com esse grupo de pessoas, sinto que quero terminar o trabalho."

Reportagem adicional por Lena Buffa

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Scott Redding , Aleix Espargaro
Equipes Aprilia Racing Team Gresini
Tipo de artigo Últimas notícias