"Pioramos a cada corrida", lamenta Viñales

compartilhar
comentários
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
Traduzido por: Daniel Betting
20 de mai de 2018 20:59

Maverick Viñales foi sétimo em Le Mans, quase 24 segundos atrás do vencedor e 18 de seu companheiro de equipe, Valentino Rossi, o terceiro

Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing

Le Mans (França) - Maverick Viñales não ficou nada feliz com seu resultado no GP da França. Largou em 8º no grid e chegou a cair para 13º nas primeiras voltas antes de fazer uma corrida de recuperação, terminando na sétima posição, quase 24 segundos atrás de Marc Márquez, o vencedor.

"Não estamos trabalhando bem dentro do box, certamente teremos que mudar as coisas. Parece que eu sou o único que sofre (na Yamaha). Tentei dar o máximo em todas as curvas e não me importei se caísse", explicou após a corrida.

Viñales venceu nesta pista em 2017, sua última vitória na MotoGP, por isso está há um ano inteiro sem subir no topo do pódio.

"É o mesmo que no ano passado, mas muito pior: não tenho aderência e parece que começo a corrida com pneus usados."

"Eu insisto que não estamos trabalhando mal do nosso lado do box. Drama ou não, estou um pouco cansado de estar atrás. Eu decidi estar aqui, então eu não posso reclamar".

"Talvez tenhamos que mudar o método de trabalho porque está claro que algo não funciona", acrescentou.

Viñales perdeu muitas posições no início do GP da França e isso tornou as coisas ainda mais difíceis.

"A primeira parte da corrida foi horrível. Pioramos a cada corrida. Eu esperava que as coisas melhorassem e eu fui muito pior do que em Jerez".

O catalão não sabe onde está a raiz do problema: "Se eu soubesse o que fazemos de errado, estaria na frente; não em sétimo. O que eu não consigo explicar é como estou ficando em segundo lugar no campeonato. Todo dia eu tento entender as coisas; quando vão bem e quando vão mal".

"Hoje houve uma Yamaha no pódio e estávamos 23 segundos atrás do vencedor, há algo que não estamos a fazer bem."

Próxima MotoGP matéria
GALERIA: As melhores imagens do GP da França

Previous article

GALERIA: As melhores imagens do GP da França

Next article

Petrucci: Dovizioso sempre me ajudou, dentro e fora da pista

Petrucci: Dovizioso sempre me ajudou, dentro e fora da pista

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da França
Sub-evento Domingo - Pós-corrida
Localização Le Mans Circuit Bugatti
Pilotos Maverick Viñales
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Últimas notícias