Por MotoGP em Silverstone, Warwick 'seca' Circuito de Gales

Derek Warwick, presidente do BRDC - que administra Silverstone - espera que projeto do Circuito de Gales não se concretize e que GP da Grã-Bretanha de MotoGP permaneça onde está

Silverstone passou a sediar o GP da Grã-Bretanha de MotoGP em 2010, assumindo o lugar que até então era de Donington Park in 2010. Entretanto, os responsáveis pela construção do Circuito de Gales assinaram um acordo com a categoria para sediar a prova entre 2015 e 2019.

Como o projeto do Circuito de Gales sofreu com dificuldades financeiras, Silverstone permaneceu no calendário em um acordo que segue em vigor para este ano e, provavelmente, para o próximo.

Embora muitas dúvidas pairem sobre o futuro do circuito na Fórmula 1, Derek Warwick, presidente do BRDC - que controla o circuito - quer manter a MotoGP para além do período provisório e 'seca' o Circuito de Gales.

"A MotoGP é muito importante para Silverstone. Acreditamos que temos a prova para este e para o próximo ano, o que é muito bom", disse o dirigente durante o Autosport International Show.

"Falarei rapidamente sobre um certo circuito galês, o Circuito de Gales. Espero que o projeto não se concretize, acredito que não vai acontecer. Então espero manter a MotoGP no futuro. Temos uma base de fãs de motos em Silverstone que é muito boa", afirmou.

"Não somos mais somente um circuito para quatro rodas, agora também somos um circuito para duas rodas e temos muitos seguidores por isso também", acrescentou.

Ex-piloto de F1, Warwick se considera um grande fã da MotoGP e destaca a grandeza de Valentino Rossi.

"Rossi não é somente uma lenda da MotoGP, é uma lenda do esporte. Ele está no mesmo nível de (Ayrton) Senna, de (Juan Manuel) Fangio e (Stirling) Moss. Acho que vimos o melhor dele há alguns anos, mas ele nunca para de me surpreender, mesmo aos 38 anos", observou.

"(Marc) Márquez é um talento especial, (Maverick) Viñales vem chegando e (Jorge) Lorenzo foi para a Ducati - tudo isso é ótimo para a MotoGP."

Warwick também destacou a importância de Cal Crutchlow para o GP da Grã-Bretanha. Ao vencer o GP da República Tcheca de 2016, Crutchlow se tornou o primeiro britânico a vencer na classe principal do Mundial de Motovelocidade desde Barry Sheene, em 1981.

A prova em Silverstone foi a seguinte - Crutchlow fez a pole e terminou em segundo. Depois, o piloto da LCR ainda venceu o GP da Austrália.

"O melhor sobre Cal é que ele não se incomoda com nada. Ele nos ajudou bastante em Silverstone, trouxe muitos fãs para a prova no ano passado. É um talento único, especial. Ele é especial para nós", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias