Pramac: Bagnaia não tem garantida Ducati de fábrica em 2019

compartilhar
comentários
Pramac: Bagnaia não tem garantida Ducati de fábrica em 2019
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
Co-autor: Matteo Nugnes
4 de abr de 2018 15:02

Mesmo substituindo Petrucci, italiano pode não contar com moto mais atualizada da Ducati na MotoGP no próximo ano

Danilo Petrucci, Pramac Racing
Francesco Bagnaia, Sky Racing Team VR46
Danilo Petrucci, Pramac Racing
Danilo Petrucci, Pramac Racing
Danilo Petrucci, Pramac Racing
Francesco Bagnaia, Sky Racing Team VR46
Francesco Bagnaia, Sky Racing Team VR46
Podium: Lorenzo Baldassarri, Pons HP 40, Francesco Bagnaia, Sky Racing Team VR46
Danilo Petrucci, Pramac Racing

O chefe da equipe Pramac, Franco Guidotti, diz que ainda foi decidido se o novato da MotoGP em 2019 e atualmente líder da Moto2, Francesco Bagnaia, irá contar com a moto de fábrica da Ducati a partir do próximo ano dentro da equipe.

Com Jack Miller garantido para o próximo ano, a assinatura com Bagnaia deixa claro que o piloto irá substituir Danilo Petrucci, piloto que atualmente conta com motos de fábrica do time italiano.

No entanto, Guidotti diz que isso não significa necessariamente que Bagnaia vá assumir a atual Ducati de fábrica do compatriota, dizendo que tal acordo pode não fazer sentido para um novato.

"Ainda não sabemos a estratégia da Ducati", disse Guidotti ao Motorsport.com. "No momento, temos uma moto de fábrica do ano atual e uma do ano anterior”.

"Se isso continuar, teremos que esperar para ver quem ficará com a moto de fábrica. Também porque nossa Desmosedici de fábrica é um pouco experimental, então dar a um novato pode não ser muito produtivo.”

"Primeiro um novato precisa andar o máximo possível para ter confiança na moto. Por isso, não está determinado que a moto de fábrica estará destinada a Bagnaia. Pode ser que não seja bom para ele."

Rapidez ao assinar

Guidotti acrescentou que a corrida para assinar com Bagnaia se deveu em parte ao fato de os pilotos da Pramac no momento, Danilo Petrucci e Jack Miller, serem candidatos a motos de fábrica em 2019.

"Temos acompanhado Bagnaia há algum tempo e ele é um piloto em quem você pode apostar para o futuro", disse ele. "A Ducati pensa o mesmo, porque seu contrato foi feito diretamente com eles”.

"Queremos começar de novo com um cara da Moto2 por um tempo agora.”

"Isso também foi influenciado pelas declarações de nossos pilotos, que legitimamente aspiram um lugar em uma equipe de fábrica no próximo ano. Havia o risco de chegar a junho sem boas soluções.”

"É por isso que escolhemos fazer essa confirmação inicial, que não é tanto o nosso estilo, mas às vezes as circunstâncias exigem que você faça escolhas."

Próxima MotoGP matéria
Brembo resolve problema que derrubou Lorenzo no Catar

Previous article

Brembo resolve problema que derrubou Lorenzo no Catar

Next article

Pedrosa: "No Catar não consegui o resultado que era capaz"

Pedrosa: "No Catar não consegui o resultado que era capaz"

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Danilo Petrucci , Francesco Bagnaia
Equipes Alma Pramac Racing
Autor Jamie Klein
Tipo de matéria Últimas notícias