Quatro vezes vice, Randy Mamola será lenda da MotoGP

Promotora do campeonato mundial concederá ao norte-americano em Austin honraria por sua carreira e pelos serviços prestados

Tido como uma das figuras mais carismáticas do motociclismo, Randy Mamola se tornará lenda da MotoGP no GP das Américas, terceira etapa do mundial em 2018. O ex-piloto de 58 anos foi quatro vezes vice-campeão das 500cc (1980, 1981, 1984 e 1987) durante os anos 80, conquistando 13 vitórias e 54 pódios ao todo.

Ele representou várias montadoras, como Suzuki, Honda, Yamaha e Cagiva, atuando de 1979 até o ano de 1992.

Após o fim de sua carreira de piloto, Mamola se tornou comentarista do mundial atuando na TV e em outras mídias. Até hoje ele é embaixador de vários patrocinadores, como a Philip Morris – para quem pilota a Ducati de dois lugares nos finais de semana de GP – e a Alpinestars.

Em 1986, ele ajudou a fundar a Riders for Health, ONG que capta fundos por meio de eventos e leilões para ajudar moradores de zonas desfavorecidas na África.

"A verdade é que eu não esperava, mas foi uma surpresa agradável ter este reconhecimento. Quando eu disse a minha esposa e a meu filho, eles ficaram muito felizes, mas logo depois brincaram: 'oh, não. Agora vamos ter que viver com uma lenda", disse Mamola.

"A MotoGP é a minha vida e eu estou neste paddock há 39 anos. Eu vivi muitas coisas desde que entrei pela primeira vez, aos 19 anos. E é por isso que é uma honra para mim fazer parte deste grupo de pilotos de nível tão elevado.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Randy Mamola
Tipo de artigo Últimas notícias