Rins é levado a hospital de ambulância após cair em Valência

Quedas dos dois pilotos da Suzuki na mesma curva levam direção a mostrar bandeira vermelha em sessão de testes

O segundo dia de testes de pós-temporada da MotoGP em Valência começou bastante agitado. Os dois pilotos da Suzuki acabaram caindo no mesmo ponto, a curva 12, onde não havia uma proteção de ar antes dos pneus.

Após um acidente com Andrea Iannone, Álex Rins sofreu uma dura queda a acabou colidindo com os pneus. Socorrido, o piloto falava normalmente, se mexia sem dificuldade, mas tinha uma forte dor nas costas. Por isso, ele foi levado de ambulância para o Hospital 9 de outubro em Valência para ser examinado.

A queda forçou a organização a inspecionar o local. A sessão ficou interrompida até que as proteções de pneu onde bateram Rins e Iannone fossem recompostas.

O ex-piloto e agora responsável pela segurança do campeonato, Loris Capirossi, foi o encarregado de inspecionar a área afetada.

"Inspecionamos a pista e não há nenhum problema. A linha branca tem muita borracha e desliza um pouco. Tudo o que podemos fazer é alertar os pilotos e informá-los da situação. Não se falou disso na comissão de segurança na sexta-feira. Nunca tinha ocorrido nada parecido naquele ponto. Vamos fazer algumas mudanças para o próximo ano, afastando a barreira", completou o italiano.

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
1/5

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
2/5

Alex Rins, Team Suzuki MotoGP

Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
3/5

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
4/5

Alex Rins, Team Suzuki MotoGP

Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
5/5

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento Teste de novembro em Valência
Pista Valencia
Pilotos Andrea Iannone , Alex Rins
Tipo de artigo Últimas notícias