Rossi: "Com todos tão próximos, a primeira fila é crucial"

compartilhar
comentários
Rossi:
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
Traduzido por: Daniel Betting
30 de jun de 2018 17:39

Valentino Rossi, piloto da Yamaha, que se classificou em terceiro no grid em Assen, parece estar perto da luta pela vitória, apesar de acreditar que Marc Márquez é o favorito

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Assen (Holanda) - Apesar de Marc Márquez ter conquistado a pole e aparecer como favorito para a vitória no domingo, Valentino Rossi estabeleceu as bases neste sábado para tentar se levantar e obter sua 11ª vitória na pista holandesa. No momento, o primeiro passo foi dado depois de o italiano entrar na primeira fila (3º).

"Começar na primeira fila é fundamental, especialmente com todos tão próximos, e estar lá é crucial para a corrida. Foi uma grande volta e me diverti muito. Estar na frente é um bom sinal, estou feliz acima de tudo pela forma como consegui, porque depois da queda não é fácil recuperar o ritmo", disse Rossi.

 

As coisas não foram simples para o italiano neste sábado, já que no TL4 quando procurava melhorar seu ritmo foi para o chão.

"No TL4 foi onde eu estava um pouco pior, mas além do acidente, eu não estava indo muito rápido. Me custava um pouco na parte mais rápida, especialmente na mudança de direção. Entrava dois ou três quilômetros por hora mais rápido, mas nada acontecia", explicou.

O piloto da Yamaha assegura que Márquez é quem tem o melhor ritmo, mas vê muita igualdade entre todas as marcas e acredita que ele tem ritmo para lutar no pelotão da frente. O italiano também não descarta Lorenzo, apesar de ter se classificado em décimo.

Leia também:

"Nos últimos tempos estamos todos muito próximos e neste fim de semana ainda mais. Somos vários, os dois da Yamaha, os dois da Honda, os dois da Suzuki e os três da Ducati, por isso vamos ver. Márquez tem um pouco mais do que o resto. Desde sexta de manhã ele foi o mais rápido. Eu o vejo favorito. Maverick [Viñales] também é muito forte. Crutchlow, Dovi e eu também podemos ser. Parece que custa um pouco mais a Lorenzo estar na parte de trás, mas ele pode ganhar".

Devido a essa igualdade, perguntaram a Rossi se ele achava possível disputar a vitória na última volta.

"Pode ser, mas sempre que dizemos que vai ser decidido na última curva, isso não acontece. Estou me sentindo bem com a moto durante todo o final de semana e acho que sou bastante competitivo, mas vamos ver amanhã."

Apesar de estar pronto da luta pela vitória, ainda há trabalho pela frente.

"Vamos ver o que podemos melhorar um pouco para amanhã, já que em alguns pontos não estamos muito rápidos. Será fundamental escolher os pneus porque estamos realmente indecisos com qual usar", concluiu.

Próxima MotoGP matéria
Márquez vence prova emocionante e frenética na Holanda

Previous article

Márquez vence prova emocionante e frenética na Holanda

Next article

Pole, Márquez ameaça: “em ritmo de corrida me sinto melhor”

Pole, Márquez ameaça: “em ritmo de corrida me sinto melhor”

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Holanda
Sub-evento Sábado de classificação
Pilotos Valentino Rossi Shop Now
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Reactions