Rossi diz que pressionou Yamaha por uma equipe de testes

compartilhar
comentários
Rossi diz que pressionou Yamaha por uma equipe de testes
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
Traduzido por: Daniel Betting
3 de ago de 2018 21:35

A última notícia relacionada à Yamaha é que na próxima temporada terá uma equipe de teste na Europa, com Ducati, Honda, KTM ou até mesmo Suzuki

Valentino terminou como sétimo mais rápido do primeiro dia de treinos do GP da República Tcheca, meio segundo atrás do mais rápido, Dani Pedrosa, mas o italiano ficou bastante satisfeito com o desempenho da sua moto.

"Parece que somos bastante rápidos com pneu novo, mas temos um mau tempo com o usado, porque atrás ele patina muito", explicou o piloto da Yamaha.

"O calor não ajuda, e depois de três ou quatro voltas a performance cai muito. Acho que todo mundo sofre, mas dependendo da moto, há os que sofrem menos. Essa será a chave para chegar ao pódio, porque você pode perder muito tempo", argumentou o italiano.

Com um bom tempo para estar no Q2, no sábado, Rossi não revelou como se vê comparado com os rivais.

Leia também:

"Não é fácil saber como estamos colocados, porque há vários pilotos que usaram compostos diferentes", disse ele em relação aos pneus.

"As condições estão um pouco acima do limite, com mais de 50 graus na pista", acrescentou.

Uma das novidades do fim de semana em Brno é que a Yamaha implementará uma série de mudanças para a próxima temporada. Entre esses novos recursos está uma equipe de testes para a Europa, assim como a Ducati, Honda, KTM e Suzuki.

"Eu pressionei muito para que a Yamaha tivesse uma equipe de testes e acho que é importante. (Bradley) Smith é uma possibilidade; (Jonas) Folger é outro que também conhece a moto".

"Quanto à equipe de testes europeia, nós somos os últimos a tê-la, então poderíamos ter feito isso antes, mas antes tarde do que nunca. A Ducati foi a mais agressiva de todas, também por causa do orçamento que ele atribuiu àquela equipe de testes e aos recursos que investiu. Então os outros chegaram."

Embora a regulamentação dos testes tenha mudado e, em princípio, tenham sido restringidos, a verdade é que ainda há muitos, considera Valentino.

"Cada vez há mais e isso adiciona muito estresse aos pilotos. Seria importante que a equipe de testes poderia fazer a maior parte dos testes, embora seja necessário ter um piloto rápido, como tem Ducati com Pirro ou Stoner”.

Stoner, no entanto, não vai continuar no próximo ano na Casa italiana como piloto de testes.

Próxima MotoGP matéria
Pedrosa: "O principal objetivo é voltar a pilotar bem"

Previous article

Pedrosa: "O principal objetivo é voltar a pilotar bem"

Next article

No apagar das luzes, Dovi tira pole de Márquez em Brno

No apagar das luzes, Dovi tira pole de Márquez em Brno
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da República Tcheca
Pilotos Valentino Rossi Shop Now
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Reactions