Rossi: Não há mais especialistas na chuva

compartilhar
comentários
Rossi: Não há mais especialistas na chuva
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
23 de ago de 2018 21:37

Italiano também admitiu que não sabe de nada sobre fábrica da Yamaha no Japão, depois que o engenheiro da marca se desculpou com os pilotos GP da Áustria

A Yamaha terminou no ano passado em 2º e 3º, lugares em Silverstone, com Maverick Viñales e Valentino Rossi respectivamente. O traçado britânico sempre foi um bom cenário para o italiano que, apesar de não ter muita confiança na parte técnica da sua moto, espera poder fazer a sua parte no que é necessário para estar na luta.

"No papel, podemos ser um pouco mais fortes aqui. Silverstone é uma ótima pista, cheia de história. Nos últimos anos sempre tive boas corridas, no ano passado também foi uma boa corrida e é um grande prazer estar aqui quando se está forte, quando se está bem com a moto”, explicou Rossi.

"No ano passado tivemos um clima incrível para a Inglaterra porque o sol brilhou de quinta a domingo. Parece que desta vez será mais complicado, mas esperamos que seja o mais seco possível e vamos tentar ser mais fortes do que na última corrida", se referindo à Áustria, onde terminou em 6º, a 14 segundos atrás do vencedor.

Rossi sempre foi um piloto forte no molhado, mas no ano passado a Yamaha não puxou nessas condições e teve muitos problemas.

"Sim, como você diz, especialmente no passado, as condições de chuva modificaram muito o nível das corridas e, às vezes, um piloto mais lento pode vencer no molhado. Agora, nos últimos anos, parece que os nomes dos pilotos fortes são os mesmos no seco ou no molhado.”

“Não há mais especialistas. Eu gosto de correr na chuva, geralmente sou bem rápido, no ano passado fizemos muitas corridas no molhado durante a temporada, mas tivemos muitos problemas e nosso desempenho não foi fantástico. Mas este ano eu não sei, porque felizmente sempre esteve seco. Então, honestamente, eu não sei, mas espero que possamos correr sem água porque é mais divertido."

Além de não ser tão divertido, nas últimas corridas no molhado, a Yamaha não conseguiu se apresentar bem.

"Olhando para o resultado nas últimas corridas no molhado, chegamos a 30 segundos do primeiro, mas não sei porque", acrescentou Rossi.

No domingo passado, juntamente com outras equipes, a Yamaha fez um teste particular em Misano, onde havia rumores de que haviam testado o motor de 2019.

"Não, ainda não. No começo, estava programado para experimentar, mas não estava pronto então não, eu não testei o novo motor."

Rossi também quis falar sobre as desculpas que a Yamaha pediu aos seus pilotos no último GP.

"É difícil entender o que está acontecendo em Iwata após as desculpas da fábrica. Nós não sabemos de nada."

Próxima MotoGP matéria
Confira os horários do GP da Grã-Bretanha de MotoGP

Previous article

Confira os horários do GP da Grã-Bretanha de MotoGP

Next article

Viñales: Fazia tempo que não curtia um teste como em Misano

Viñales: Fazia tempo que não curtia um teste como em Misano
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Valentino Rossi Shop Now
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Reactions