Rossi: "Os problemas não serão resolvidos por mágica"

compartilhar
comentários
Rossi:
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
13 de jul de 2018 20:41

Italiano protagonizou uma de suas piores sextas-feiras da temporada, terminando em 17º depois de ser o terceiro mais rápido pela manhã

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Valentino Rossi fechou a sessão de treinos desta manhã com uma série de voltas rápidas que o levaram ao terceiro lugar, graças a uma volta de 1min21s964, ficando atrás apenas de Andrea Iannone e Marc Márquez.

No entanto, à tarde, ele se perdeu em seus ensaios e não encontrou uma maneira de fazer uma volta rápida. Houve também a eliminação de uma de suas voltas por exceder os limites da pista, embora ele fosse apenas 13º. No final, Rossi teve de se contentar com a 17º marca, com um tempo de 1min21s784 a 0s899 de Jorge Lorenzo.

"O primeiro treino não foi ruim, mas à tarde, tentando com pneus usados, meu ritmo não foi rápido. Estou muito abaixo na tabela. Não são reais nem o terceiro lugar da manhã nem o 17º da tarde", disse Rossi.

Por mais que Maverick Viñales tivesse um bom dia e foi rápido, Rossi disse que os problemas da moto são iguais.

"Temos um problema de aceleração porque não podemos transferir essa potência para o solo", anunciou ele.

Segundo o italiano, os problemas se arrastaram desde o ano passado.

"A eletrônica é um problema que temos desde agosto de 2017. E estamos em julho de 2018 e não conseguimos nada. Certas coisas foram trabalhadas, elas são pequenas. Eu não acho que o que foi feito tenha sido efetivo. Quando eu pergunto, eles dizem sim com a cabeça, mas não tenho certeza do que isso significa. Eu cruzo meus dedos", disse ele.

"Se o problema persistir e nada for feito para consertá-lo, é evidente que ele não desaparecerá por mágica", acrescentou.

"Os pneus são diferentes, para mim eles têm mais vida, mas menos aderência. Temos muita derrapagem e perdemos força e aderência", disse o piloto italiano.

Próxima MotoGP matéria
Yamaha troca Movistar por Monster como patrocinadora principal

Previous article

Yamaha troca Movistar por Monster como patrocinadora principal

Next article

Márquez: Honda "perdeu desempenho" em Sachsenring

Márquez: Honda "perdeu desempenho" em Sachsenring

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Alemanha
Pilotos Valentino Rossi Shop Now
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Reactions