Rossi: “Precisamos melhorar a moto para sermos competitivos"

Valentino Rossi segue líder do campeonato às vésperas do GP da França, mas alerta para necessidade de melhorias na M1 para seguir na briga

Valentino Rossi chega à Le Mans como o líder da temporada 2017 da MotoGP. Após quatro etapas realizadas, Rossi soma 62 pontos e figura no topo da tabela mesmo sem ainda ter vencido - com pódios no Catar (terceiro), Argentina (segundo) e Austin (segundo), além do décimo posto na Espanha, quando enfrentou muitas dificuldades com uma moto que não rendia bem.

Rossi se mostra ciente da competitividade desta temporada - o italiano, Maverick Viñales, Marc Márquez e Dani Pedrosa estão separados por apenas dez pontos - e pede uma moto mais forte para seguir na disputa pelo título.

“Depois das dificuldades pelas quais passamos em Jerez, o GP da França será muito importante para nós. Seguimos na liderança do campeonato e isso é bom, mas precisamos melhorar a moto para sermos competitivos", disse.

No dia seguinte ao GP da Espanha, os pilotos do grid puderam realizar um dia de testes, liderado por Viñales. Rossi, que terminou em 12º, afirmou que "foram treinamentos importantes e no qual entendemos algumas coisas positivas."

Por fim, o líder do campeonato ressalta a importância de trabalhar bem desde os treinos livres e destaca que espera pista seca para entender o comportamento da M1.

“Agora devemos trabalhar bem deste o primeiro treino livre em Le Mans e tentar ser competitivo desde o início. Estou otimista e ansioso para trabalhar com a moto", ponderou.

“O importante é que as condições climáticas sejam boas, pois precisamos experimentar a moto em pista seca", completou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da França
Pista Le Mans Circuit Bugatti
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Preview