Rossi quer evitar retorno "estilo Schumacher" com novo acordo

Italiano diz que parte da decisão de permanecer na MotoGP por mais dois anos era evitar uma possível volta

A Yamaha anunciou nesta quinta-feira (15) que Valentino Rossi, de 39 anos, deve permanecer na equipe por mais duas temporadas, o que significa que ele continuará correndo até o final de 2020.

O sete vezes campeão da principal categoria da motovelocidade reconheceu que a duração do contrato significa que ele corre o risco de deixar de ser competitivo, mas disse que não gostaria de se retirar muito cedo.

Ele citou o exemplo de Michael Schumacher, que desistiu da Fórmula 1 no final de 2006 e retornou em 2010, bem como seu antigo rival da MotoGP, Max Biaggi, e a lenda da Superbike, Troy Bayliss.

"Eu vi muitos pilotos excelentes e também muitos que pararam no auge da carreira, como Schumacher, também Biaggi ou Troy Bayliss", disse Rossi.

"Schumacher e Bayliss voltaram [depois de se aposentar]. Então eu decidi que vou correr até o fim. Não quero pensar no futuro, talvez eu possa fazer outras duas temporadas."

"Pode ser um risco [de se tornar menos competitivo] sim. Mas se eu seguir esta lógica, eu teria parado já seis, sete ou oito anos atrás."

Perguntado se havia considerado prolongar seu contrato com a Yamaha por apenas um ano, Rossi respondeu: "Sim, também falamos de um ano renovável por mais um.”

"Mas você sempre pensa em dois anos. Se você assinar, você precisa ser capaz de fazer dois anos e ficar em linha com todos os outros pilotos do topo."

Outros pilotos podem competir aos 40 anos

O novo contrato de Rossi significará que ele vai correr na MotoGP até os 41 anos, mas o italiano acredita que outros pilotos podem seguir seus passos se permanecerem suficientemente saudáveis e motivados.

"Eu acho que sou talvez um dos primeiros que tenta [correr até os 40 anos]", disse Rossi. "Acho que também todos os outros pilotos que estão aqui são capazes de manter o nível superior até os 40.”

"Fisicamente, se você é forte, você pode continuar. Depende da sua motivação, da sua vida. Se você quiser continuar, acho que todos podem chegar."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias