Rossi: “Salvadas” de Márquez não são coincidência

Italiano crê que junção de estilo de pilotagem e natureza da Honda privilegiem grandes momentos do espanhol

Campeão em quatro dos últimos cinco anos na MotoGP, Marc Márquez já provou ser um fenômeno das duas rodas. E todos que ainda tinham alguma pulga atrás da orelha quanto ao talento do piloto de 25 anos, foram obrigados a dar o braço a torcer, não só pelas vitórias do #93, mas por suas salvadas.

Márquez se notabilizou nos últimos anos por salvar vários tombos com seu cotovelo e joelho quando a moto já parecia estar em processo de queda. Para Valentino Rossi, estas ocorrências, cada vez mais frequentes, não são obras do acaso.

"É impressionante o que ele está fazendo também porque ele não cai tão frequentemente", disse Rossi.

"Ele teve muitas salvadas no ano passado, e isso não pode ser uma coincidência. Para mim, ele trabalhou para melhorar sua técnica, seu estilo e o jeito dele de andar o ajuda.”

"Eu não sei se isso é natural ou algo é em que ele trabalhou, mas ele coloca seu corpo entre a moto e o asfalto, usando isso para não cair."

Rossi afirma que com uma moto diferente da Honda, não seria possível evitar as quedas.

"Eu não acho que seja a eletrônica, mas a moto em si", continuou ele. "A Honda é feita de uma forma que, quando a roda dianteira fecha, a moto continua a se inclinar”.

"Com uma moto como a nossa, se você fechar a roda dianteira, ela vai inteira e você não pode mais puxar a moto para cima".

Reportagem adicional de Matteo Nugnes

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Valentino Rossi , Marc Marquez
Equipes Repsol Honda Team
Tipo de artigo Últimas notícias