Rossi se diz pessimista sobre fim de semana em Jerez

compartilhar
comentários
Rossi se diz pessimista sobre fim de semana em Jerez
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
Traduzido por: Erick Gabriel
4 de mai de 2018 20:22

Piloto da Yamaha disse que o nono lugar na sessão de sexta-feira do GP da Espanha não é um bom começo para suas aspirações

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Valentino Rossi terminou em nono e com mais de seis décimos do melhor tempo do dia, de Cal Crutchlow, e terminou à frente do seu companheiro de equipe, Maverick Viñales, que fez a 10ª melhor marca.

"Esta manhã não foi ruim, mas à tarde, com mais calor, passamos maus momentos com os pneus. Com poucas voltas o pneu traseiro começa a derrapar. Vamos ter um maus momentos. De qualquer forma, esperamos ir um pouco melhor do que no ano passado", disse o italiano, lembrando o desastre da Yamaha em Jerez no ano passado, quando o italiano foi apenas o 10º colocado.

"É sexta-feira e temos muito trabalho pela frente", insistiu. 

Embora a maioria dos pilotos tenha notado que a aderência de Jerez melhorou, após a reforma no ano passado, Rossi a considera mais escorregadia do que nunca.

"Jerez é um circuito em que há muita derrapagem e nós, nestas condições, temos dificuldades. Os primeiros cinco ou seis são mais rápidos que nós.”

Ainda faltam mais dois treinos e o #46 quer se concentrar em encontrar uma boa preparação para a moto.

"Espero que, se conseguirmos um pouco mais de equilíbrio, isso também nos ajude com os pneus", disse ele.

A falta de informações da Yamaha por não ter comparecido ao teste de Jerez, tem cobrado seu preço.

"Não ter vindo testar aqui nos dá uma certa desvantagem, mas também nos dá um pouco mais de espaço para melhorias. Mas, ao mesmo tempo, nessas condições (calor e pista escorregadia) tudo se torna mais difícil.”

Valentino apontou para Jerez como um compromisso importante para entender a temporada que a Yamaha pode fazer.

"É uma corrida importante porque no ano passado chegamos aqui muito felizes, e foi muito ruim para nós."

Próxima MotoGP matéria
Crutchlow termina sexta como mais veloz; Márquez cai

Previous article

Crutchlow termina sexta como mais veloz; Márquez cai

Next article

Márquez: "Base da Argentina e Austin também funciona aqui"

Márquez: "Base da Argentina e Austin também funciona aqui"
Load comments