Rossi: teste em Phillip Island "não resolveu problemas"

Valentino Rossi admite que não termina bateria de testes na Austrália satisfeito; italiano terminou a quase um segundo de Maverick Viñales, o mais veloz no combinado dos três dias de testes

Valentino Rossi não terminou a bateria de testes de pré-temporada em Phillip Island satisfeito com o trabalho realizado. Nesta sexta-feira (17), o italiano terminou em 11º a 0s921 de Maverick Viñales, que terminou como o mais rápido do dia e no combinado das três sessões na Austrália.

Embora Rossi tenha ressaltado que focou mais no ritmo de corrida com pneus usados do que em conseguir a volta mais rápida possível, o veterano admite que precisa, junto aos seus engenheiros, apresentar um desempenho melhor na bateria final de testes, no Catar.

"Sofri bastante com os dois pneus, especialmente com o dianteiro", disse Rossi. "As condições de temperatura são totalmente diferentes da época da corrida e o pneu era macio demais para agora. De qualquer forma, isso não estava em minha programação principal."

"Tentamos trabalhar bastante no ritmo para a segunda metade das corridas, algo com o qual sofremos no ano passado. Testamos algo bem diferente, mas não melhoramos muito. Precisamos tentar outro caminho", afirmou.

"Creio que a moto tem qualidades, especialmente em relação ao motor, mas este teste foi mais complicado para mim. Não estou muito feliz, precisamos melhorar no Catar."

Questionado sobre como resumiria os três dias de testes na Austrália, Rossi respondeu: "Trabalhamos para melhorar a moto quando com pneus usados, coletamos muitos dados e trabalhamos duro, mas isso não resolveu nossos problemas."

Apesar de certa insatisfação com os testes, Rossi sente que não está distante de Viñales e Marc Márquez, que se mostraram os mais velozes em Phillip Island.

"Estou bem perto, embora Phillip Island seja uma pista singular. Aqui, como na Malásia, os mais velozes foram Márquez e Viñales. Temos de trabalhar para nos aproximar deles", acrescentou.

"Eu diria que estamos próximos, mas na Malásia eu fui capaz de fazer um bom tempo. Se olharmos para a distância em relação aos pilotos do topo, talvez tenha sido um pouco pior para nós aqui", completou.

Reportagem adicional por Oriol Puigdemont

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento Teste de fevereiro em Phillip Island
Pista Phillip Island Grand Prix Circuit
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias