Rossi: Ultrapassagem de Dovizioso não foi muito inteligente

compartilhar
comentários
Rossi: Ultrapassagem de Dovizioso não foi muito inteligente
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
1 de jul de 2018 17:46

Italiano considera que foi um erro estratégico a manobra de ultrapassagem de Andrea Dovizioso, que o tirou da pista a duas voltas do final

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Marc Márquez já havia conseguido abrir uma boa diferença sobre o pelotão, com 1 segundo de margem sobre Valentino Rossi, que por sua vez travava luta com Andrea Dovizioso.

No perde e ganha, quando chegaram à curva 1, nenhum deles cedeu e ambos foram parar ao lado da pista, perdendo muito tempo e tirando as pretensões de Rossi de subir ao pódio.

"Estávamos em uma boa situação quando o Dovi tentou me ultrapassar em um ponto da curva 1 onde eu estava muito forte e bem. Foi uma manobra agressiva, mas na corrida foram cerca de 30."

"Digamos que as ultrapassagens não foram muito inteligentes do ponto de vista estratégico, porque poderíamos ter terminado em segundo e terceiro e nós fomos o quarto e quinto."

O editor recomenda:

O piloto da moto #46 estrelou em um dos momentos mais tensos da prova na quinta volta, quando Jorge Lorenzo fechou a linha de frente: "Nós dois tivemos muita sorte de não cair porque eu acertei a 220 km/h."

A vitória de Márquez faz com que a Yamaha esteja a 18 GPs sem uma única vitória, algo que não acontece com a marca desde as últimas provas de 2002, as 16 de 2003.

Para o italiano, que segue como segundo da tabela, mas 41 pontos atrás de Márquez, o grande nível ao qual a M1 se rendeu neste final de semana é circunstancial e devido ao perfil da pista.

"Nossa moto se adapta muito bem a esta pista e é por isso que fomos muito competitivos. Fomos capazes de usar seus pontos fortes.”

“Mas a Honda e a Ducati deram um passo à frente em aceleração, graças à eletrônica, e ficamos um pouco para trás. Teremos que ver a segunda parte da temporada. Espero que a Yamaha trabalhe nesse ponto para ver se possamos ganhar novamente", resumiu Rossi.

Próxima MotoGP matéria
GALERIA: As imagens do fim de semana na F1 e MotoGP

Previous article

GALERIA: As imagens do fim de semana na F1 e MotoGP

Next article

Viñales: "Fazia tempo que não me divertia tanto"

Viñales: "Fazia tempo que não me divertia tanto"

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Holanda
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Reactions