Silverstone deve ser reasfaltado para se manter na MotoGP

compartilhar
comentários
Silverstone deve ser reasfaltado para se manter na MotoGP
29 de ago de 2018 14:04

Pista de Silverstone deve estar preparada para receber novo asfalto se quiser garantir o futuro de seu acordo com a MotoGP, sugeriu o chefe da Dorna, Carmelo Ezpeleta

A direção de provas da MotoGP culpou o novo asfalto de Silverstone, que não conseguiu drenar corretamente a água da forte chuva que caiu sobre a pista, pelo cancelamento do GP da Grã-Bretanha do último fim de semana.

A própria pista de Silverstone iniciou uma investigação para saber o que deu errado, mas o diretor-geral do circuito, Stuart Pringle, acredita que as críticas ao novo asfalto, que foi colocado em fevereiro, são apenas "conjecturas" nesse estágio.

Ele também afirmou que os pilotos optaram por abandonar a corrida enquanto ainda havia alguma chance de acontecer.

Leia também:

No entanto, falando ao jornal espanhol AS, Ezpeleta insinuou que o futuro do contrato da MotoGP com Silverstone, que vai até o final de 2020, depende da colocação de uma nova superfície.

Perguntado se os eventos de domingo haviam comprometido de alguma forma o acordo entre Dorna e Silverstone, Ezpeleta respondeu: "Se refizerem o asfalto e ele for homologado, de jeito nenhum".

“As perdas econômicas são de pouca importância. Acho que eles [MotoGP] vão ter que oferecer restituições ou dar [aos espectadores] bilhetes gratuitos para o próximo ano. Mas eu prefiro cancelar um GP e não ter que me arrepender de um acidente, ao invés do contrário.”

“A vontade dos pilotos prevaleceu, mas eles não precisaram nos convencer de nada, porque pensamos exatamente o mesmo.”

"Foi a decisão certa, porque o clima não melhorou até às 19h e não há como começar uma corrida tão tarde."

Wet track

Wet track

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Sobre a possibilidade de adiar a corrida para segunda-feira, Ezpeleta acrescentou: “Nós pensamos sobre isso, porque era um feriado público na Inglaterra, mas a maioria das equipes preferiu não fazer.”

"Eu não entendo muito bem o motivo, mas respeito o que eles dizem."

Ezpeleta também sugeriu que a Dorna possa nomear uma comissão para verificar as pistas mais detalhadamente depois de um recapeamento no futuro.

Leia também:

O oficial de segurança da FIM, Franco Uncini, declarou que o novo asfalto servia para o propósito quando visitou Silverstone em março, apenas para concluir que ele havia “se degradado” nesse ínterim.

"Teremos que pensar se nomearmos alguém para quando uma pista for recapeada", disse Ezpeleta. "Isso não pode simplesmente ser decidido em um dia seco por Franco Uncini ou por qualquer outra pessoa. É preciso ser um especialista em asfalto para ver como foi feito.”

“Temos que considerar se vale a pena ter uma ou duas pessoas homologadas pela FIM e que essa pessoa confirme que o asfalto é bom em qualquer condição.”

“O fato é que a chuva [no domingo] não foi enorme, nós corremos em lugares onde choveu muito mais, como no Japão no ano passado.”

Bikes being pushed off the grid, British MotoGP race 2018

Bikes being pushed off the grid, British MotoGP race 2018

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próxima MotoGP matéria
Família de Hayden pede 6 milhões de euros a motorista

Previous article

Família de Hayden pede 6 milhões de euros a motorista

Next article

Crutchlow é pessimista sobre futuro de britânicos na MotoGP

Crutchlow é pessimista sobre futuro de britânicos na MotoGP
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Tipo de matéria Últimas notícias