Sobre voltar a correr, Stoner rebate: “sou piloto de testes”

Depois de testar Ducati em Sepang e se animar com performance, Casey volta a refutar possibilidade de competir na MotoGP neste ano

Depois de completar 54 voltas neste sábado (30) no circuito de Sepang, na Malásia, com a moto de 2015 da Ducati, Casey Stoner se disse animado com o que viu. Sua melhor volta (não-oficial) foi em 2min02s1, o que fez com que o australiano comemorasse o desempenho.

"Foi um dia muito positivo", falou Stoner em coletiva após o teste. "Fiquei surpreso pela forma como me saí. Não esperava que fosse estar tão confortável com a moto tão rapidamente.”

"Senti a frente um pouco estranha, mas eu estava pilotando uma moto nova e com pneus Michelin. Há espaço para melhorias, mas acho que já é um bom pacote. Acho que a cada passo que dermos, estaremos indo na direção certa.”

Questionado sobre os pontos fortes e fracos da GP15, o bicampeão acrescentou: "eu encontrei algumas coisas boas e outras que precisamos trabalhar, como com qualquer moto.”

"O motor é fantástico, e seus outros pontos fortes são a estabilidade nas freadas e as curvas lentas. Quanto ao resto, é difícil saber se minhas sensações são por causa dos pneus ou do chassi."

Stoner também disse que ficou feliz com seus tempos de volta. No entanto, ele não tem alvos reais além de ajudar a Ducati a se tornar mais competitiva.

"Os engenheiros estão começando a entender a minha língua. Estou lhes dando a minha opinião, acho que essa é a coisa mais importante", disse ele. "Fui capaz de lhes dar feedback, apesar de ser apenas o primeiro dia.”

"Eu sou um piloto de testes, não um piloto oficial. Eu não tenho metas específicas. Meu trabalho é ajudar."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Casey Stoner
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias