Suzuki diz que ter time satélite ainda é um “alvo”

compartilhar
comentários
Suzuki diz que ter time satélite ainda é um “alvo”
Por:
28 de dez de 2018 12:00

Chefe da Suzuki, Davide Brivio insiste que sua equipe ainda quer ter um time satélite no futuro na MotoGP, apesar de não ter estado disposta fazer um acordo para 2019.

Durante o seu envolvimento na MotoGP entre 2002 e 2011, e desde 2015, a Suzuki tem operado sem time satélite, tendo conseguido apenas duas vitórias com Chris Vermeulen em Le Mans em 2007 e Maverick Vinales há dois anos em Silverstone.

A Suzuki teve uma temporada ruim em 2017, mas sua forma foi muito melhorada neste ano, e a equipe chegou a pensar em assinar com a Marc VDS. Mas no fim a fábrica optou por não ter um time satélite, e a Suzuki terá em 2019 a dupla Alex Rins e Joan Mir.

Brivio admitiu que as restrições financeiras da Suzuki tornam difícil ter uma equipe satélite, mas isso continua sendo um "alvo", no entanto.

"Esta é uma discussão em andamento para nós dentro da empresa", disse Brivio.

"Como equipe, gostaríamos muito de ter uma equipe satélite aqui para obter mais informações e desenvolver ainda mais a moto e tudo mais. Mas para a empresa é um grande esforço, porque de qualquer maneira não temos tantos recursos e nem tantas pessoas como talvez nossos concorrentes.”

"De qualquer forma, continuamos discutindo e espero que possamos fazer algo para 2020, mesmo que pareça a situação decidida com as equipes – todos estão comprometidos para 2020, então pode ser difícil.”

"Mas isso é algo que está em nossa mente, nossa discussão. É um alvo para a Suzuki, mas ainda assim a decisão tem que vir."

Com a Tech 3 se juntando à KTM e a recém-formada equipe SIC Petronas a correndo com a Yamaha, Suzuki e Aprilia são as duas únicas fabricantes com apenas as equipes de fábrica.

O chefe da Aprilia, Romano Albesiano, disse que ter uma equipe satélite não está na agenda no momento, e o foco da equipe está em aproveitar ao máximo sua nova equipe de testes liderada por Bradley Smith.

"Para a Aprilia não é o principal alvo, decidimos investir na equipe de teste, fazendo participações wildcards no nível certo.”

"Isso, sendo focado nos dois pilotos de fábrica mais um piloto de testes de alto nível, é a melhor maneira de se desenvolver para uma estrutura que não é gigante assim como nós."

Next article
Redding detona pilotos pagantes da MotoGP

Previous article

Redding detona pilotos pagantes da MotoGP

Next article

Equipe brinca com “Dia da Mentira espanhol” e coloca Márquez com moto #1 em 2019

Equipe brinca com “Dia da Mentira espanhol” e coloca Márquez com moto #1 em 2019
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Equipes Team Suzuki Ecstar MotoGP
Autor David Gruz